Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tribunal de Contas do Rio determina auditoria para apurar defeitos em armas - Jornal Brasil em Folhas
Tribunal de Contas do Rio determina auditoria para apurar defeitos em armas


O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) determinou hoje (14) a realização de auditoria na Secretaria de Estado de Segurança para apurar informações mais detalhadas sobre a aquisição de armamentos pelo governo estadual. A decisão foi tomada com base em denúncias de defeitos frequentes em pistolas e carabinas calibre ponto 40 da marca Taurus.

Segundo o TCE-RJ, a auditoria pretende analisar o grau de eficiência dos armamentos, os registros de pane e as medidas adotadas para corrigir os problemas. O tribunal também vai solicitar relatórios, testes e convocação para recall, entre outras medidas, para tratar eventuais defeitos apresentados por armas de fogo da marca.

Contratos

De 2007 a 2013, segundo o tribunal, mais de 10,4 mil armas foram compradas pelo governo do Rio por cerca de R$ 46,5 milhões. Todas as compras foram feitas sem licitação e financiadas com recursos estaduais e federais. De acordo com os contratos, a Forjas Taurus S/A é a única empresa registrada no Exército Brasileiro autorizada a fabricar e comercializar as armas especificadas, entre as quais se encontram as pistolas calibre 40 e outros modelos.

Dois desses contratos que serão auditados, celebrados em 2010 e 2013 pela Polícia Militar nos valores de R$ 14,9 milhões e R$ 4,9 milhões, respectivamente, não foram encaminhados ao Tribunal de Contas. O TCE-RJ também questiona diferença de R$ 8 milhões entre o valor contratado (R$ 1,6 milhão) e o valor pago (R$ 9,6 milhões) em um dos contratos de compra dos equipamentos.

A decisão sobre a auditoria será comunicada ao governador Luiz Fernando Pezão, e o ex-secretário de Segurança José Mariano Beltrame será notificado para apresentar as razões de defesa por não ter suspendido o uso das armas após o registro dos defeitos. A Polícia Civil do Rio de Janeiro testou 55 pistolas da marca e 36 tiveram algum tipo de pane, ou seja. 65% das armas.

Ainda segundo o TCE-RJ, testes feitos pelo Batalhão de Operações Especiais no Estado do Paraná, em 2012, verificaram que 100 das 500 pistolas da Taurus postas à prova apresentaram pane.

Ainda segundo o documento, a Polícia Militar do Estado de São Paulo recolheu todas as pistolas Taurus calibre ponto 40 em 2013, quando foram detectados problemas, e as armas foram encaminhadas para recall. Há informações também de que o estado do Rio enviou parte das armas adquiridas à fabricante por apresentarem defeito no sistema de segurança. Segundo a denúncia feita ao tribunal de contas, as primeiras notícias sobre incidentes com as armas da Taurus surgiram em 2006.

Não há prescrição do crime de fraude na venda de armas com defeito. De acordo com a legislação, as compras poderão ser canceladas, e o valor pago pelas armas, devolvido aos cofres públicos. Ainda cabem multas e outras penalidades.

Notificação

A Secretaria de Estado de Segurança informou que ainda não foi notificada pelo TCE-RJ.

A Taurus também disse que foi notificada e que, por isso, não se pronunciaria. A companhia afirmou, no entanto, que não há pendências em relação às armas fornecidas às polícias do Rio de Janeiro.

“Além disso, as perícias realizadas até o momento dentro das normas vigentes comprovam não existirem falhas ou defeitos nos mecanismos de funcionamento e segurança das armas fabricadas pela Taurus”, informou a empresa, por e-mail.

“Ainda assim, para garantir a tranquilidade de seus usuários e clientes, a Taurus vem realizando revisões e manutenções preventivas gratuitas de todas as armas em posse de forças policiais do país. A iniciativa tem como objetivo auxiliar as organizações a manter esses equipamentos em condições adequadas de uso, acrescentou a empresa.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212