Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Na vistoria de obras do Residencial Nelson Mandela, Marconi conversa ao vivo com internautas - Jornal Brasil em Folhas
Na vistoria de obras do Residencial Nelson Mandela, Marconi conversa ao vivo com internautas


Governador Marconi Perillo inova mais uma vez. Na manhã desta sexta-feira, dia 17, ele vistoriou as obras do Residencial Nelson Mandela e, ao percorrer os apartamentos em construção, respondeu ao vivo a perguntas de internautas. Prestou contas do andamento da construção das unidades no conjunto habitacional e do Cheque Mais Moradia, além de esclarecer as dúvidas e perguntas dos seguidores do Governo de Goiás na internet por meio do quadro Governador Responde.

A edição itinerante Governador Responde foi acompanhada por trabalhadores das obras. Marconi falou sobre o forte investimento do Governo de Goiás no programa estadual de habitação nos próximos dois anos. “Não há felicidade maior para uma pessoa do que ter a casa própria”, afirmou. Nesta primeira etapa, serão entregues 2,6 mil apartamentos.

Marconi falou ainda sobre o destino dos recursos da privatização da Celg Distribuição, do projeto do Trem Goiânia-Brasília e sobre programas sociais do Governo de Goiás. “Vamos continuar trabalhando noite e dia para que os projetos importantes aconteçam em Goiás”, destacou.

O governador aprovou o bate-papo ao vivo direto do canteiro de obras e revelou que outras edições vão ser realizadas. “Todas as nossas ações nas redes sociais são para mostrar que o governo é transparente e está disposto a dialogar com os cidadãos. Essa interatividade nos auxiliar na formulação de projetos e programas”.

Mais cedo, Marconi também vistoriou o canteiro de obras do Residencial Jardins do Cerrado 10, localizado nas proximidades da GO-060, saída para Trindade, que está em fase de conclusão. No local estão sendo construídos 1.080 apartamentos, a custo de R$ 16,2 milhões, por meio do Cheque Mais Moradia da Agehab. O Estado de Goiás participa com contrapartida de R$ 15 mil por unidade habitacional nesta etapa do empreendimento e é responsável pela inscrição de 30% das unidades habitacionais (324 apartamentos). O recurso federal investido no empreendimento é de R$ 64 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). A obra já está com 70% dos serviços executados. O residencial é dotado de completa infraestrutura – energia, asfalto, esgoto e galerias pluviais.

Ambos os residenciais na Capital estão com inscrições abertas pela Agência Goiana de Habitação (Agehab) até o dia 10 de março próximo. Até agora, 72 mil pessoas se inscreveram, com a expectativa de tornar realidade o sonho da casa própria.

“A primeira coisa que representam obras como estas é a realização de sonhos, o atendimento a demandas que estão reprimidas há anos”, afirmou Marconi. Ressaltou que são 2.696 unidades nessa primeira etapa, mas o governo estadual vai lançar este ano a construção de mais 3 mil unidades, em terrenos que pertencem ao Estado. “Isso só foi possível porque nós tínhamos os terrenos, que estavam vagos”, disse.

Também lembrou que este ano, em parceria com a Caixa Econômica Federal e os municípios, o governo estadual vai construir 30 mil novas moradias em Goiás. No caso do Residencial Nelson Mandela, prevê que o sorteio eletrônico, com acompanhamento do Ministério Público, seja feito até o mês de julho. Em relação ao Jardins do Cerrado 10, a previsão do sorteio é para agosto.

A primeira etapa do Residencial Nelson Mandela, no Setor Vera Cruz, Região Oeste de Goiânia conta com 1.616 apartamentos e está sendo construída com recursos do Cheque Mais Moradia, do Governo de Goiás, no valor de R$ 24 milhões, em parceria com a Caixa Econômica Federal (FAR) e o Município. A obra está com 80% dos serviços concluídos.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212