Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 A força do comércio de Goiás é destaque na maior Feira de Alimentos do Oriente Médio - Jornal Brasil em Folhas
A força do comércio de Goiás é destaque na maior Feira de Alimentos do Oriente Médio


O governador Marconi Perillo e a delegação goiana abriram nesta segunda-feira, dia 27, o segundo dia de missão oficial nos Emirados Árabes na GulFood, em Dubai, que é maior feira de alimentos do Oriente Médio. Marconi participou de reuniões e conversas com empresários e dirigentes do setor alimentício da região, mostrando a força do comércio goiano e a ampla cartela de exportações do Estado de Goiás.

A feira em Dubai reúne mais de 160 países onde circulam mais de 90 mil compradores, e apresenta também com ampla variedade de comidas e bebidas. “Os grandes negócios do mundo sobre alimentos e produção acontecem aqui nesta feira e temos a chance de colocar Goiás na rota deste mercado gigante e que movimenta muitos recursos”, disse o governador.

A importação de alimentos no mundo árabe cresce progressivamente. Em 2015, foram cerca de US$ 90 bilhões. “Trata-se de um mercado em amplo crescimento e tivemos a chance de mostrar que Goiás tem muito a oferecer, com produtos de qualidade, commodities e alimentos”, afirmou Marconi.

Do Brasil, as nações do Oriente Médio e Norte da África importaram o equivalente a US$ 8,6 bilhões em alimentos em 2015. Os principais itens vendidos pelo País para aquela região foram carne, açúcar e cereais. Os maiores compradores dos produtos alimentícios brasileiros foram Arábia Saudita, Egito, Emirados e Argélia.

Potencialidades

Governador Marconi e comitiva prosseguem com a Missão Comercial no Oriente Médio nesta terça-feira de Carnaval, dia 28. Após a visita de trabalho à Feira de Alimentos de Dubai, o governador, auxiliares e empresários voltam para Abu Dhabi. Marconi vai apresentar em seminário as potencialidades da economia de Goiás para empresários dos Emirados Árabes Unidos.

Na abertura da agenda de trabalho da Missão Comercial do Governo de Goiás ao Oriente Médio, o governador ouviu no domingo mensagens de confiança de investidores de Abu Dhabi na recuperação da economia do Brasil e proposta de estreitamento das relações comerciais entre o emirado e o Estado de Goiás. Marconi e a delegação goiana cumpriram extensa agenda de reuniões em Abu Dhabi neste domingo, que tiveram como assuntos de destaque a economia do agronegócio, inovação tecnológica e investimentos em energias renováveis.

Marconi e delegação de Goiás se reuniram com dirigentes e investidores do Abu Dhabi Investment Authority (ADIA), o maior fundo soberano do mundo, com patrimônio acumulado de mais de US$ 1 trilhão. Por mais de 1 hora e 20 minutos, o governador conversou com o diretor-executivo do ADIA, Khalifa Matar Almheiri, sobre as potencialidades da economia de Goiás, apresentando possibilidades de investimentos.

Marconi relatou ao gestor do fundo soberano a situação em que se encontram as economias goiana e brasileiras, além de fornecer dados sócio-econômicos de Goiás que possam viabilizar, num futuro breve, investimentos em infraestrutura e saneamento básico. Entre as prioridades do Governo de Goiás para a captação de investimentos privados está a construção do trem de passageiros Goiânia-Brasília.

Os dirigentes do ADIA ficaram impressionados com a localização geográfica estratégica de Goiás no Brasil e na América do Sul e com as potencialidades econômicas do Estado, que foi campeão na geração de empregos nos últimos dois anos. A direção do fundo soberano ficou de analisar os projetos apresentados pela delegação goiana e deve realizar visita de prospecção ao Estado ainda neste ano.

“A reunião estava prevista para durar 30 minutos e conversamos por mais de uma hora. Eles se mostraram interessados em conhecer nosso Estado”, disse o governador.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212