Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em reunião com representantes de movimentos sociais, Bruno Araújo defende medidas de transparência e melhorias no MCMV - Jornal Brasil em Folhas
Em reunião com representantes de movimentos sociais, Bruno Araújo defende medidas de transparência e melhorias no MCMV


cabeçalho-email.jpg
Em reunião com representantes de movimentos sociais, Bruno Araújo defende medidas de transparência e melhorias no MCMV

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, se reuniu nesta quarta-feira (08) com representantes de movimentos sociais (Movimento Nacional de Luta Pela Moradia –MNLM- e Movimentos dos Trabalhadores Sem Teto – MTST) para destacar as medidas que serão implementadas no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida, em 2017. As medidas propostas para este ano vão dar mais celeridade às contratações e reduzir o déficit habitacional no país.

Bruno Araújo reiterou o tratamento isonômico que continuará sendo dado às entidades, sem qualquer tipo de diferenciação e reforçou que existe a dotação orçamentária para este ano. “Para as próximas semanas 170 mil novas unidades habitacionais serão contratadas na Faixa 1: 100 mil no Fundo de Arrendamento Residencial, 35 mil rural e 35 mil na modalidade urbana”, afirmou.

Segundo o ministro, será publicada uma nova portaria, no final março, que também prevê, entre outros requisitos, a contratação no limite de 500 unidades habitacionais por empreendimento. “Existe uma preocupação em relação à redução dos déficits habitacionais regionais. No entanto estamos pensando em grandes aglomerações que não deram certo e que precisam de urbanização para ficar mais acolhedoras”, disse Bruno Araújo. O texto vai trazer critérios como maior transparência na contratação das unidades para dar um impulso maior às entidades que já estão preparadas, dando celeridade aos procedimentos juntos aos órgãos envolvidos.

O dirigente nacional do MNLM em Pernambuco, Paulo André de Araújo, elogiou as mudanças que estão previstas. “O ministro é muito pragmático. Apontou mudanças que vemos como muito positivas”, disse.

Estiveram presentes a coordenadora de Programas Sociais do Ministério das Cidades, Isabel Urquiza; a conselheira do ConCidades, Carla Eduarda, os dirigentes do MNLM no Pará, Miguel Lobato e no Distrito Federal, Carlos Roberto, respectivamente.

MTST - Bruno Araújo também recebeu o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos. Na ocasião, ele reiterou a meta de contratações de 35 mil unidades em 2017 ano para atender à modalidade entidades do Programa Minha Casa Minha Vida.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212