Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Atlético deve pagar direito de imagem de jogadores, decide TRT - Jornal Brasil em Folhas
Atlético deve pagar direito de imagem de jogadores, decide TRT


O pagamento ao Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de Goiás (Sinapego), relativo ao direito de imagem de jogadores que passaram pelo Atlético Clube Goianiense, deve ser restabelecido. A decisão é do desembargador Mário Sérgio Bottazzo, do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT18). De acordo com a advogada do Sinapego, Arlete Mesquita, em janeiro de 2017, decisão suspendeu por cautela o levantamento dos valores depositados.

A advogada explica que há uma reclamação trabalhista do Sinapego em favor de 70 atletas , substituídos, que jogaram no Atlético e não receberam seus direitos conforme contrato com o clube. O Sinapego então realizou acordo parcial com o time para receber e repassar a 59 atletas que integraram o acordo parcial benefícios referentes apenas aos seus direitos de imagem. “Após o pagamento de algumas parcelas, o atleta Márcio Lopes, peticionou reclamação solicitando o bloqueio dos valores depositados para garantir que todos os atletas recebessem as suas verbas rescisórias”, informa.

Arlete afirma que, no entanto, o acordo firmado entre a entidade e o clube não contempla negociações de salários e contribuições previdenciárias, devendo o clube comprovar a quitação dos valores já pagos. Segundo a advogada, Márcio, atual goleiro do Goiás Esporte Clube, não foi alcançado pelo acordo e, portanto, pode exigir individualmente o prosseguimento da execução em seu favor, se não recebeu o que a ele é devido. “Entretanto, isso não dá a ele o direito de pedir a suspensão das importâncias depositadas e que estão sendo devidamente repassadas aos atletas”, avalia.

Considerando a relevância destes fundamentos, o desembargador Mário Sérgio Bottazzo concedeu liminar para liberar a parcela do mês de janeiro de 2017, assim como as demais, conforme cronograma de pagamento. Ainda de acordo com a decisão, o Atlético Clube Goianiense tem o prazo de 10 dias para apresentar resposta ao que foi determinado. (Geovana Nascimento)

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212