Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Agências da Caixa no Rio tiveram movimento tranquilo neste sábado - Jornal Brasil em Folhas
Agências da Caixa no Rio tiveram movimento tranquilo neste sábado


O dinheiro de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), do rodoviário José Ricardo Duarte, foi sacado neste sábado e já teve destino. Uma parte foi para cobrir uma dívida com o próprio filho João Carlos, de 10 anos. Fazia tempo que o menino queria um computador.

“Meu pai já estava prometendo esse presente há muito tempo, aí, saiu o FGTS e ele me deu a notícia. A primeira coisa que ele falou para mim foi que eu ia ganhar o presente. Fiquei muito feliz”, disse sorridente ao lado da caixa do computador e ainda carregando uma sacola com um teclado. “Eu vou usar para a escola. Vou compartilhar com o meu pai e com a minha mãe e também vou jogar os meus jogos, né?”, acrescentou.

Pensando no saque de contas inativas que a mãe também terá para fazer, João Carlos se animou com a possibilidade de ganhar mais um presente, dessa vez de Natal. “O da minha mãe ainda vai sair, então, os filhos é que estão lucrando”.

A família mora em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, mas José Ricardo procurou a agência da Avenida Rio Branco, que funciona no prédio da Superintendência da Caixa, no centro do Rio, para fazer o saque, porque ao lado funciona um shopping de informática, onde para ele os preços são mais baixos e, também, não precisaria ficar circulando com o dinheiro pela rua com o dinheiro no bolso. “Ali é mais em conta”.

Já Humberto de Figueiredo, que trabalha com tecnologia da informação, fez o saque a que tinha direito, em um dos caixas eletrônicos da agência. A mulher, dois filhos e a sogra o estavam aguardando do lado de fora. O dinheiro já seria usado em um passeio com a família à Ilha de Paquetá, na Baía de Guanabara. “Vou gastar tudo. Não é muito não. Não precisa nem de segurança”, afirmou.

Segurança

A questão de segurança foi um dos itens que a Caixa levou em consideração no esquema montado pela instituição para fazer os pagamentos. Para evitar golpes do tipo saidinha de banco, a superintendência da Caixa no Rio de Janeiro fez um acordo com a Polícia Militar para garantir a segurança dos trabalhadores. Em frente a Agência Rio Branco o esquema contou ainda com uma equipe de policiais da Operação Centro Presente, uma parceria entre os governos do estado e do município e a Federação do Comércio do Rio.

“Isso tudo foi pensado pela nossa área de segurança. O que a gente orienta as pessoas é que nunca saiam com o dinheiro quando fizerem o saque do Fundo de Garantia. De preferência creditem na sua conta. Se tiver conta em outro banco, manda o dinheiro para o outro banco. Se quiser abrir uma conta aqui, vamos ter o prazer, mas não saiam com o dinheiro. É isso que os meliantes aguardam do lado de fora”, alertou o superintendente regional da Caixa no Rio, Arnaldo Barcellos Neto.

O recuperador de crédito, Cláudio da Cunha Pedreira, disse que foi à agência para verificar apenas uma pendência em uma das contas, porque os valores das outras foram depositados diretamente na conta poupança. “Metade dele, infelizmente, vai ser para pagar dívidas e a outra metade vou deixar na poupança ou fazer outro investimento. Era um dinheiro que eu não estava esperando. Gastar tudo, não!”, disse.

O gerente-geral da Agência, Victor Câmara, informou que ontem (10), no primeiro dia de pagamentos, foram realizados 1.279 atendimentos no local e, hoje, o movimento estava seguindo no mesmo ritmo. Muitas pessoas que vieram não tinham direito [ao saque], mas houve também muito movimento de caixa para as pessoas sacarem os recursos, e no caixa eletrônico também teve bastante gente”, afirmou o gerente.

Victor Câmara destacou, ainda, que os aposentados têm direito de fazer os saques, pois não se enquadram nas exigências da medida provisória para a liberação do dinheiro de contas inativas. “Quem já é aposentado tem o direito do saque e não precisa esperar o calendário. Pode procurar uma agência e fazer o saque do seu Fundo de Garantia. É só trazer a carta de benefício de concessão da aposentadoria e a identidade”, informou, acrescentando que, se o aposentado for correntista da Caixa, ele pode receber o valor direto na conta.

Funcionamento normal

O atendimento nas agências do estado do Rio de Janeiro está funcionando conforme o previsto, até agora não aconteceu qualquer imprevisto. “Está fluindo bem. Nós não temos problemas graves em nenhum lugar. Filas pouquíssimas. Até na Baixada onde a gente normalmente tem problema, hoje, nenhum. Está normal. Agência Bangu que ontem estava um pouco mais cheia, hoje está tranquila”, adiantou Victor Câmara.

Para o vice-presidente de Clientes, Negócios e Transformação Digital da Caixa, José Henrique Marques da Cruz, que veio de Brasília para acompanhar a abertura, neste sábado, às 9h, da Agência Rio Branco, o esquema de atendimento está funcionando bem. “Hoje, em âmbito nacional, os atendimentos estão bastante tranquilos, as agências estão conseguindo atender com tranquilidade. Então, o trabalhador está, realmente, com uma condição diferenciada de atendimento. A gente está acreditando que o movimento de atendimento está adequado à quantidade de trabalhadores acessados a essas contas inativas”, disse.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212