Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Especialização em Vigilância em Saúde é em parceria com o Sírio Libanês - Jornal Brasil em Folhas
Especialização em Vigilância em Saúde é em parceria com o Sírio Libanês


Nesta quarta-feira, dia 22, acontece a abertura solene dos Cursos de Especialização do Projeto de Apoio ao SUS. A solenidade será realizada às 9h30 no Auditório da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC) – Área 1 Bloco G, no Setor Universitário, em Goiânia.

A iniciativa é uma em parceria entre o Ministério da Saúde (MS) com o apoio do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês.

O conjunto de iniciativas educacionais aprovados para execução até 2017 conta com três cursos. São eles: Gestão de Emergências em Saúde Pública, Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente e Vigilância em Saúde. Todos acontecerão em Goiânia e foram destinados aos profissionais dos municípios da Regional de Saúde Central, além de Aparecida de Goiânia, que faz parte da Regional Centro-Sul, e Secretaria de Estado da Saúde.

O conteúdo da Especialização em Vigilância em Saúde (EVS) foi elaborado a partir de necessidades identificadas pelos gestores do SUS. A formação tem como objetivo fortalecer as práticas de vigilância em saúde por meio da capacitação de profissionais para atuar na prevenção e controle de doenças e agravos, no sentido de promover a melhoria da qualidade de vida e saúde da população. O programa prioriza o desenvolvimento de capacidades para a construção de projetos de intervenção baseados na realidade, com ênfase na melhoria da qualidade da atenção à saúde, gestão e educação, contextualizados segundo a realidade local da vigilância em saúde.

O curso de Especialização em Qualidade e Segurança no Cuidado com o Paciente (QSCP) pretende contribuir com a melhoria da atenção à saúde da população, considerando a necessidade de ampliação do acesso aos serviços, da integralidade do cuidado nas regiões de saúde e do aumento da segurança do cuidado. Para isso pretende capacitar os trabalhadores, principalmente farmacêuticos e enfermeiros que atuam em hospitais através de métodos de ensino-aprendizagem no que se refere à segurança do paciente.

A Especialização em Gestão de Emergências em Saúde Pública (Gesp) visa o fortalecimento e a capacitação de profissionais de saúde para o enfrentamento de situações de desassistência, desastres naturais, situações epidemiológicas com gravidade e eventos de massa. O campo de atuação do curso envolve a identificação, a construção e a avaliação de planos de ações para as necessidades de saúde nas situações de emergência em saúde pública.

Os cursos serão realizados na modalidade semipresencial, com encontros uma vez por mês, durante três dias, e serão concluídos em novembro de 2017. Os profissionais selecionados para a qualificação foram indicados pelos próprios municípios com o cumprimento dos critérios de disponibilidade, vínculo com o SUS, possuir formação superior na área de saúde e receber apoio do gestor municipal e estadual.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212