Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Brasil defende calendário eleitoral e diálogo político na Venezuela - Jornal Brasil em Folhas
Brasil defende calendário eleitoral e diálogo político na Venezuela


O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, defendeu nesta segunda-feira (10) a confirmação do calendário eleitoral na Venezuela para que o país garanta o restabelecimento pleno da democracia. Após se encontrar com o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luís Almagro, o chanceler brasileiro não descartou uma avaliação coletiva da crise venezuelana pelos países do órgão.

O Brasil apoia o diálogo político nacional, um diálogo que seja inclusivo, leal e eficaz. E que garanta o pleno restabelecimento da democracia, a separação dos poderes e o Estado de Direito. Insistimos na urgência da confirmação do calendário eleitoral. O povo precisa falar, e a voz do povo é um elemento central na solução da crise venezuelana, disse Nunes.

O encontro entre o chanceler brasileiro e o secretário da OEA ocorreu na manhã de hoje no Palácio Itamaraty, em Brasília. Em declaração à imprensa, Aloysio Nunes lembrou que o governo brasileiro tem insistido na oferta de ajuda humanitária ao país vizinho, o que poderia minorar o sofrimento por que passa o povo venezuelano com a falta de alimentos e de remédios.

OEA reforça necessidade de eleições

De acordo com Luís Almagro, a redemocratização na Venezuela somente ocorrerá com a entrega do poder ao verdadeiro soberano, que é o povo. A única saída da crise institucional e política é com eleições, com um cronograma eleitoral que permita ao povo soberano decidir seu futuro, afirmou.

O secretário-geral da OEA disse ainda que cada artigo da Carta Democrática Interamericana foi afetado pela situação atual da Venezuela”. E citou como exemplos a persistência de presos políticos, a crise humanitária, que, segundo ele, tem afetado direitos sociais básicos da população, a falta da separação de poderes e o não reconhecimento da Assembleia Nacional.

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212