Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 BM mantém previsão de crescimento para China: 6,5% em 2017 - Jornal Brasil em Folhas
BM mantém previsão de crescimento para China: 6,5% em 2017


O Banco Mundial (BM) assegurou nesta quinta-feira que mantém sua previsão de crescimento de 6,5% para a China em 2017 e de esfriamento moderado nos dois anos seguintes, dentro da mudança de modelo econômico deste país.

Na apresentação do relatório Atualização econômica de Ásia Oriental-Pacífico, o economista chefe do BM para a região, Sudhir Shetty, mostrou seu convencimento de que Pequim conseguirá abordar os principais riscos que ameaçam sua economia.

No relatório se adverte do problema da dívida corporativa no gigante asiático, cujas empresas, especialmente as estatais, fecharam 2016 devendo o equivalente a 170% do PIB, segundo dados de organismos internacionais.

A instituição recomenda a Pequim que enfrente este problema mediante a reestruturação das corporações estatais e lembra a importância de endurecer leis sobre o sistema bancário paralelo e de abordar o crescente endividamento hipotecário nos lares.

O BM prevê que a economia chinesa continuará moderando seu crescimento para 6,3% em 2018 e 2019, graças às políticas governamentais contra o excesso de capacidade e a expansão do crédito.

Apesar disso, Shetty avisou sobre os riscos que representaria para a região um esfriamento mais brusco.

As previsões no setor imobiliário são de esfriamento após as restrições legais no mercado para evitar o rompimento de uma bolha.

Por outro lado, se espera que as exportações aumentem de forma moderada após dois anos de quedas.

Além disso, o estudo assegura que a aposta do Governo por mudar o modelo econômico para que seja menos dependente de seu setor externo e dos investimentos públicos, centrando seu crescimento no consumo interno bem como na sustentabilidade, continuará dando seus frutos a uma velocidade gradual.

No entanto, ressalta também os riscos internacionais, como a incerta política comercial de China após Donald Trump assumir a presidência de Estados Unidos

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212