Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Abr de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Cuba suspende envio de 710 médicos ao Brasil, diz Ministério da Saúde - Jornal Brasil em Folhas
Cuba suspende envio de 710 médicos ao Brasil, diz Ministério da Saúde


Cuba cancelou o envio de 710 médicos para o Brasil, previsto para este mês. A suspensão se deu, conforme ofício enviado ao governo brasileiro, devido ao possível descumprimento de termos do acordo de cooperação. Em nota enviada à imprensa, o Ministério da Saúde diz que poderá enviar a Cuba uma delegação brasileira para esclarecer os questionamentos do governo cubano.

O Brasil recebeu nesta quinta-feira (13), por meio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), a solicitação de uma reunião de representantes brasileiros e cubanos para tratar do programa Mais Médicos.

Segundo o governo cubano, o cancelamento do envio se deu pelo aumento de ações judiciais impetradas por médicos cubanos vinculados ao programa e sua contratação direta pelo Ministério da Saúde, determinada por liminares. Essa situação, segundo o texto do ofício, não estaria em conformidade com o acordo firmado.

A cada três meses, o Ministério da Saúde realiza editais para preencher os postos de trabalho eventualmente vagos no programa. No último edital, para cerca de 1,6 mil vagas, mais de 8 mil candidatos brasileiros se inscreveram para a seleção.

Segundo o Ministério da Saúde, caso necessário, as vagas não preenchidas pela cooperação serão oferecidas nos próximos editais. Os médicos cubanos que chegariam ao Brasil são 600 novos bolsistas e 110 para reposição de profissionais.

Cubanos no Mais Médicos

Quando o Mais Médicos foi lançado, em 2013, a maciça presença de médicos cubanos foi duramente criticada pelas entidades médicas brasileiras. Um dos motivos foi o fato de estes profissionais não terem registro nos conselhos regionais de medicina do Brasil. Além disso, os vencimentos deles são pagos ao governo cubano, que repassa ao profissional um valor menor do que o recebido por outros participantes do programa.

Porém, apesar de os editais do programa sempre priorizarem a contratação de brasileiros, a maior parte das vagas, muitas localizadas em áreas carentes e de difícil acesso, como Distritos Sanitários Indígenas, não atraía o interesse de profissionais brasileiros. Desde 2015, o governo tem apostado em novas estratégias para que os brasileiros participem do Mais Médicos.

Em janeiro deste ano, pela primeira vez, além da reposição de rotina, foram disponibilizadas vagas antes ocupadas por profissionais cubanos, que vieram ao Brasil por uma cooperação intermediada pela Opas. Segundo balanço do início deste ano, das 18.240 vagas do programa, 62,6% são ocupadas por cooperados cubanos, 29% por brasileiros formados no Brasil e 8,4% estrangeiros e brasileiros formados no exterior.

A meta do governo federal é substituir 4 mil médicos cooperados por brasileiros em três anos e, assim, reduzir de 11,4 mil para 7,4 mil participantes cubanos. A expectativa é chegar a 7,8 mil brasileiros no Mais Médicos, representando mais de 40% do total de profissionais.

 

Últimas Notícias

Aparecida lança projeto para estimular leitura literária
Marconi anuncia FCO R$ 3 bilhões para 2017 e geração de empregos
MST volta a ocupar fazendas e bloquear estradas para cobrar reforma agrária
Primeiro cara a cara de Lula e Moro terá claques da esquerda à direita
Israel redobra segurança em Jesusalém antes de Superpáscoa
Agehab coleta mais assinaturas em escrituras do Casa Legal em Aparecida de Goiânia
Fapeg tem dois bolsistas entre os semifinalistas do Famelab Brasil 2017
Procon Goiás faz cálculo de dívida pela internet

MAIS NOTICIAS

 


POLÍTICA
Marconi anuncia FCO R$ 3 bilhões para 2017 e geração de empregos

Ao dar posse aos novos integrantes do Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE), o governador Marconi Perillo anunciou previsão recorde do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) para este ano.

 
 
CIDADES
MST volta a ocupar fazendas e bloquear estradas para cobrar reforma agrária

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupou duas fazendas já ocupadas anteriormente para pedir pressa no assentamento das famílias. Segundo militantes, a manifestação faz parte da Jornada Nacional de Lutas do MS

 
 
POLÍTICA
Primeiro cara a cara de Lula e Moro terá claques da esquerda à direita

Combate do século”, “ato monstro”, “a hora da verdade.” São os votos de caravanas da esquerda à direita para o próximo 3 de maio.

 
 
MUNDO
Israel redobra segurança em Jesusalém antes de Superpáscoa

Além de 400 câmeras do circuito interno, balões de segurança com filmadoras sobrevoam a pequena área onde, segundo a Bíblia, Jesus Cristo deu seus últimos passos há quase 2.000 anos.

 


 
 
 
 


AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA
POLÍTICA
Crise: Marconi afirma que “remédios amargos” são necessários para o Brasil
ECONOMIA
Divulgadas reclamações dos consumidores no Nota Goiana
POLÍTICA
Impeachment não está no centro das preocupações do Passe Livre, diz militante
POLÍTICA
Parceria abre gestão compartilhada da Saneago em Goiânia
ECONOMIA
Panamá Papers: Hong Kong é rota para contornar restrições no continente chinês
MUNDO
Papa se encontra com refugiados na ilha grega de Lesbos em 16 de abril
POLÍTICA
Julgamento sobre posse de Lula está previsto para 20 de abril no Supremo
POLÍTICA
Depoimento de empresário no Conselho de Ética era desnecessário
 
ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 





HOME - EDIÇÃO DE HOJE - GO - DF - SP - RIO - BRASIL - MUNDO - ECONOMIA - TECNOLOGIA - CIÊNCIA - SAÚDE - CULTURA - ESPORTES - VIAGENS - CINEMA - VÍDEOS - CUPONS - ANUNCIE

© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212