Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Dell anuncia aquisição da EMC por US$ 67 bilhões - Jornal Brasil em Folhas
Dell anuncia aquisição da EMC por US$ 67 bilhões


São Paulo, 14 (AE) - A fabricante de computadores Dell anunciou nesta segunda-feira, 12, a aquisição da EMC, uma empresa especializada em software para armazenamento de dados. Segundo o jornal Financial Times, a transação é a maior já realizada entre duas empresas de tecnologia - na transação, foram pagos cerca de US$ 67 bilhões (o equivalente a mais de R$ 250 bilhões).

A negociação - que foi liderada pelo fundador da Dell, Michael S. Dell, e pelos fundos de investimentos MSD Partners e Silver Lake - irá combinar a presença global da EMC no mercado de armazenamento de dados com a importância da Dell na área de PCs. O acordo entre as empresas irá criar a maior companhia de capital fechado no mundo.

A compra da EMC era discutida há algum tempo entre o CEO da Dell e Joe Tucci, da EMC. Tudo foi mantido em sigilo e apenas alguns poucos executivos e investidores da Dell tiveram as opiniões consultadas durante a transação. Eles tentaram evitar que a compra fosse descoberta pelos veículos da imprensa e especuladores.

Segundo a mídia internacional, Michael e os atuais acionistas de sua empresa terão 70% das ações ordinárias da nova companhia. Dell ainda continuará como presidente-executivo e presidente do conselho de administração da empresa que ajudou a fundar. Já Joe Tucci, da EMC, ficará à frente dos negócios de sua empresa apenas até a conclusão do negócio, no ano que vem.

AS EMPRESAS

A EMC não é uma empresa tão conhecida pelo público em geral, mas é relevante para o ambiente corporativo. Ela é a responsável por implantar soluções empresariais, como recursos de virtualização e aplicações de segurança.

Além disso, a empresa adquirida pela Dell trabalha com computação em nuvem, backup e recuperação de dados, gerenciamento de Big Data e de conteúdo e soluções em armazenamento. Ela conta com 70 mil funcionários e possui receita anual de US$ 24,4 bilhões.

Vale ressaltar que a EMC é dona das ações de outras empresas, como a VMWare e a RSA - empresa de solução de virtualização e de segurança virtual, respectivamente. Estas duas companhias, porém, estão fora da esfera de atuação da Dell, que deverá permitir total autonomia para elas.

A Dell começou, recentemente, a investir na computação para meios corporativos de pequenas e médias empresas, entrando em uma acirrada disputa de mercado com a IBM e a HP. Entretanto, até o momento, a fabricante não conseguiu se equiparar com as concorrentes no mercado. A compra da EMC pela Dell torna esta última uma importante figura no cenário mundial de tecnologia, já que ela poderá oferecer produtos corporativos em diversas frentes e poderá se tornar mais competitiva no mercado.

A aquisição ajudará a Dell a diversificar-se diante de um mercado de computadores pessoais estagnado. Além disso, a integração possibilitará a expansão no mercado de armazenagem de dados para empresas, que é extremamente lucrativo e cresce rapidamente.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212