Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Apr de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Lançamento de projétil não identificado de Pyongyang colocou Moscou em alerta - Jornal Brasil em Folhas
Lançamento de projétil não identificado de Pyongyang colocou Moscou em alerta


A Coreia do Norte lançou neste domingo (14) um míssil não identificado a partir do norte de Pyongyang, provocando apreensão e reações da comunidade internacional. O projétil viajou cerca de 700 quilômetros em direção ao Japão e caiu no mar ao leste da península coreana, informou a agência estatal da Turquia, Anadolu .
O novo exercício militar da Coreia do Norte foi verificado inicialmente pelos vizinhos do sul, onde foi convocada uma reunião de emergência entre as autoridades de defesa nacional. Essa é a primeira vez que o novo presidente da Coreia do Sul, o recém-eleito Moon Jae-in , encara atividades intimidatórias promovidas pelo governo do ditador norte-coreano Kim Jong-un.
A Coreia do Sul não foi a única a se incomodar com o lançamento de mais um míssil pelos norte-coreanos. Embora tenha sido lançado em direção ao Japão, o projétil – que até o momento imagina-se ser um míssil balístico – caiu ainda mais perto da Rússia do que dos japoneses (a 500 quilômetros do território russo).

Putin e Trump

O sistema russo de segurança contra mísseis divulgou nota logo após a queda do projétil no mar informando que registrou a atividade norte-coreana e acompanhou a trajetória do míssil durante 23 minutos até que a possibilidade de riscos ao território russo fosse descartada.
A situação militar envolvendo Kim jong-un e o presidente russo, Vladimir Putin, gerou reação imediata por parte do presidente americano, Donald Trump. A Casa Branca divulgou comunicado cobrando “fortes sanções internacionais contra Pyongyang.
“Com o míssil passando tão perto do território russo – de fato, mais perto da Rússia do que do Japão – o presidente Trump não pode imaginar que os russos estejam satisfeitos”, diz a nota da Casa Branca.
A tensão entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte têm crescido exponencialmente desde que Trump assumiu o governo americano. O clima hostil entre Washington e Pyongyang se dá devido aos testes militares e suposto arsenal nuclear dos norte-coreanos. A tensão cresceu também com o episódio da morte do irmão de Kim Jong-un. O ditador acusa os americanos de terem envolvimento com o assassinato.

 

Últimas Notícias

Ampliar saque do PIS/Pasep está dentro de projeção, diz Dyogo Oliveira
Conab é autorizada a vender milho e a comprar arroz
FMI deve elevar projeção de PIB ainda este ano, diz BC
Índice de expansão do comércio cresce 1,6% em São Paulo este mês
Países nórdicos promovem debate sobre igualdade de gênero no Brasil
Juiz intima primo de Macri e ex-ministros de Cristina Kirchner
MPRJ quer impedir nomeação de indicados por Pezão para Agetransp
Seca de 1932 levou à criação de campos de concentração no Ceará

MAIS NOTICIAS

 

Felipe Fraga e Marcos Gomes colocam Cimed Racing no top-10
 
 
Time Correios Brasil é convocado para Sul-Americano 14 anos
 
 
Protestos contra reforma da previdência deixam pelo menos dois mortos na Nicarágua
 
 
Confronto entre palestinos e soldados israelenses deixa dois mortos
 
 
Raúl Castro sai, mas o castrismo permanece com Díaz-Canel em Cuba
 
 
MP abrirá inquérito contra Alckmin por suspeita de caixa dois

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212