Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Servidores da Saúde em Aparecida de Goiânia iniciam greve - Jornal Brasil em Folhas
Servidores da Saúde em Aparecida de Goiânia iniciam greve


Os servidores públicos, da Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia, iniciaram hoje o ato de greve. A reivindicação é por melhores condições de trabalho e cumprimento do plano de carreira estabelecido por lei.
A previsão é que 50% dos serviços de urgência e emergência fique parados. A partir das 8 horas de hoje, a categoria se reunirá em frente ao Cais Nova Era. Esse será o ponto de concentração dos servidores.
De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Saúde de Goiás (Sindsaúde), Flaviana Alves, a greve só foi deflagrada, após várias tentativas de negociação com a Prefeitura. Conforme a sindicalista, os trabalhadores esperam pelos direitos a mais de três anos e os prejuízos chegam a quase R$ 2.400 por mês.
Além disso, a categoria pede que seja realizado um concurso público no município, para reduzir a sobrecarga do atendimento.

Precário

Na terça-feira (9), a reportagem do jornal esteve no Cais Nova Era. A espera por atendimento ultrapassava mais de sete horas seguidas. Apenas um pediatra e dois clínicos eram responsáveis por todo atendimento médico, conforme os próprios funcionários da unidade.
Segundo relato de uma funcionário da unidade, além da falta de efetivo médico, medicamentos e utensílios como esparadrapos, abocath, seringas e outros itens de uso na unidade estão em falta.
Mesmo assim, a presidente do sindicato, ressaltou que o principal problema é a falta de profissionais. “A nova gestão começou a corrigir o déficit de medicamentos e equipamentos. Falta na equipe, mais valorização e quantitativo”, disse ao Hoje na semana passada.
A previsão era que na quarta-feira (10), a Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com o prefeito e o sindicato realizassem uma reunião, para dar procedimento às negociações. Apesar disso, não houve informações de nenhum dos lados sobre resultadas e nem se houve a reunião.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212