Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Vice-líder do governo diz que pedidos de impeachment serão todos rejeitados - Jornal Brasil em Folhas
Vice-líder do governo diz que pedidos de impeachment serão todos rejeitados


O vice-líder do governo na Câmara, Darcísio Perondi (PMDB-RS), disse hoje (18) que os pedido de abertura de impeachment do presidente Michel Temer “serão todos rejeitados” pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Junto com um grupo de 25 deputados, Perondi passou a manhã em reuniões no Palácio do Planalto e falou à imprensa logo depois que Temer afirmou, em pronunciamento nacional, que não renunciará ao cargo.

“Quem propôs [o impeachment] enterrou o país e agora quer, de novo, propor o impeachment para voltar toda aquela política que destruiu empregos, lojas, sonhos, que piorou o Brasil. É o mesmo pessoal”, disse o deputado.

Nesta quinta-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a abertura de inquérito para investigar o presidente Michel Temer. A medida foi tomada a partir de depoimentos de delação premiada dos empresários Joesley Batista e Wesley Batista, donos do grupo JBS. Segundo reportagem do jornal O Globo, que antecipou o conteúdo dos depoimentos, em encontro gravado em áudio por Joesley, Temer teria sugerido que se mantivesse pagamento de mesada ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e ao doleiro Lúcio Funaro para que estes ficassem em silêncio. Após a denúncia, parlamentares da oposição já protocolaram pedidos de impeachment de Temer.

Perondi disse não acreditar que as denúncias possam prejudicar as votações das reformas trabalhista e da Previdência, que tramitam no Congresso. “A esperança vai permanecer no coração do Congresso, e vamos votar, sim. Ainda mais com um comandante do nível do Michel. Não tem outro que tenha mais diálogo no Brasil do que o Michel. O Getúlio Vargas foi ditador. Quem dialoga e quem teve esse sucesso? Não teve outro presidente com este sucesso de diálogo com o Congresso”, disse o vice-líder.

Cilada

Darcísio Perondi disse ainda que Joesley Batista “é um moleque” que tinha apenas um matadouro há alguns anos e que atualmente é dono “da maior multinacional de carnes do mundo”, graças a financiamentos facilitados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) durante os governos de Lula e Dilma. Segundo Perondi, o encontro entre Temer e Joesley, no qual teria sido feita a gravação, só ocorreu após muita insistência do empresário, que armou “uma cilada” para o presidente.

“Ele [Joesley] tentou por 60 dias ser recebido [pelo presidente]. Basta olhar as agendas de telefone do Palácio. Amigos comuns pediam que ele o atendesse, mas Michel não queria. Esse empresário, muito esperto, descobriu o telefone particular do Michel, que é homem gentil e o atendeu e o chamou. Aí, ele mostrou sua falta de caráter, orientada não sei por quem. Com certeza, foi uma cilada”, disse o vice-líder do governo.

De acordo com o deputado, que esteve com o presidente Temer durante boa parte do dia, o clima no Palácio do Planalto é de “absoluta indignação e sofrimento, pensando no povo brasileiro, que acreditou e ainda vai continuar acreditando neste governo reformista”.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212