Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rio anuncia novo bloqueio nas contas do estado por parte da União - Jornal Brasil em Folhas
Rio anuncia novo bloqueio nas contas do estado por parte da União


As contas do governo do Rio de Janeiro sofreram um novo bloqueio por parte da União. O anúncio foi feito pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), que informou que o bloqueio se deu a partir de ontem (19), no valor de R$ 174 milhões, em decorrência do não pagamento da dívida que o estado tem com o governo federal.

Segundo a nota da assessoria de imprensa da Sefaz, a previsão é que o bloqueio dure até a próxima sexta-feira (26), mas que “o período do bloqueio ao caixa pode variar de acordo com a arrecadação”.

Paralelamente, o governo anunciou também ontem ter efetuado, até o momento, o pagamento dos vencimentos do mês de referência abril para 260.568 servidores ativos, inativos e pensionistas, o que representa um desembolso total líquido de R$ 1,041 bilhão. Em relação ao mesmo mês, ainda falta efetuar o pagamento de 207.210 servidores, totalizando desembolso de R$ 560 milhões líquidos. Com o bloqueio, no entanto, o governo do Rio informou que não tem prazo para pagar o restante do funcionalismo.

Pagamentos efetuados

Pelo balanço divulgado pela assessoria de imprensa do Palácio Guanabara, até o presente momento as categorias que receberam os salários de abril foram os funcionários ativos, inativos e pensionistas da área de segurança (policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária), além de órgãos a eles vinculados.

Também já foram pagos os servidores ativos da educação e do Departamento Geral de Ações Sócio-educativas (Degase); ativos da Fazenda e Planejamento; Proderj; Casa Civil e Desenvolvimento Econômico e Vice-governadoria. Os inativos e pensionistas da Procuradoria-Geral do estado também receberam, mas por meio de uma decisão judicial.

Já os servidores ativos da saúde receberam 50% dos salários, com recursos próprios do estado e os servidores da Faetec receberam 50% dos salários com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

 

Últimas Notícias

Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida
Bolsonaro reitera que decisão sobre médicos cubanos é humanitária

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212