Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rio anuncia novo bloqueio nas contas do estado por parte da União - Jornal Brasil em Folhas
Rio anuncia novo bloqueio nas contas do estado por parte da União


As contas do governo do Rio de Janeiro sofreram um novo bloqueio por parte da União. O anúncio foi feito pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), que informou que o bloqueio se deu a partir de ontem (19), no valor de R$ 174 milhões, em decorrência do não pagamento da dívida que o estado tem com o governo federal.

Segundo a nota da assessoria de imprensa da Sefaz, a previsão é que o bloqueio dure até a próxima sexta-feira (26), mas que “o período do bloqueio ao caixa pode variar de acordo com a arrecadação”.

Paralelamente, o governo anunciou também ontem ter efetuado, até o momento, o pagamento dos vencimentos do mês de referência abril para 260.568 servidores ativos, inativos e pensionistas, o que representa um desembolso total líquido de R$ 1,041 bilhão. Em relação ao mesmo mês, ainda falta efetuar o pagamento de 207.210 servidores, totalizando desembolso de R$ 560 milhões líquidos. Com o bloqueio, no entanto, o governo do Rio informou que não tem prazo para pagar o restante do funcionalismo.

Pagamentos efetuados

Pelo balanço divulgado pela assessoria de imprensa do Palácio Guanabara, até o presente momento as categorias que receberam os salários de abril foram os funcionários ativos, inativos e pensionistas da área de segurança (policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária), além de órgãos a eles vinculados.

Também já foram pagos os servidores ativos da educação e do Departamento Geral de Ações Sócio-educativas (Degase); ativos da Fazenda e Planejamento; Proderj; Casa Civil e Desenvolvimento Econômico e Vice-governadoria. Os inativos e pensionistas da Procuradoria-Geral do estado também receberam, mas por meio de uma decisão judicial.

Já os servidores ativos da saúde receberam 50% dos salários, com recursos próprios do estado e os servidores da Faetec receberam 50% dos salários com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212