Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Planalto nega envolvimento de Temer em irregularidades - Jornal Brasil em Folhas
Planalto nega envolvimento de Temer em irregularidades


O Palácio do Planalto classificou como informações falsas as acusações feitas contra presidente Michel Temer nas delações premiadas do grupo JBS.

Em delação premiada, Ricardo Saud, diretor de Relações Internacionais da J&F (holding da JBS), cita repasse de R$ 15 milhões em vantagens indevidas para a campanha à vice-presidência em 2014 e para atuar em favor do grupo empresarial.
Brasília - O presidente da República, Michel Temer, faz pronunciamento oficial no Palácio do Planalto (Valter Campanato/Agência Brasil)

O presidente da República, Michel Temer, faz pronunciamento oficial e diz que não irá renunciar

“Todo o recurso recebido para a campanha foi oficial”, acrescentou a assessoria.

Nos depoimentos divulgados hoje, os delatores da J&F afirmaram que a empresa destinou mais de R$ 500 milhões para ajudar a eleger governadores, deputados estaduais, federais e senadores. De acordo com Saud, o total em dinheiro repassado por meio de “pagamentos dissimulados” alimentou as campanhas de 1.829 candidatos. Desses, 179 se elegeram deputados estaduais em 23 unidades da Federação e 167, deputados federais por 19 partidos.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), em encontro no Palácio do Jaburu com Joesley Batista, Temer deu aval para que ele continuasse a pagar uma espécie de mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha e o doleiro Lúcio Funaro, ambos presos, para que continuassem em silêncio. O áudio da conversa, gravada por Joesley, foi disponibilizado ontem (18). Após a divulgação, o presidente Michel Temer e assessores ouviram a gravação e avaliaram que o conteúdo da conversa não incrimina o presidente, criando um clima de alívio no Planalto.

Hoje, após a quebra do sigilo das delações, o presidente e os assessores passaram o dia em reuniões.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212