Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Trabalho pioneiro da Agehab desperta interesse do meio acadêmico dentro e fora do Estado - Jornal Brasil em Folhas
Trabalho pioneiro da Agehab desperta interesse do meio acadêmico dentro e fora do Estado


As iniciativas de trabalho da Agência Goiana de Habitação (Agehab), muitas delas inéditas na habitação de interesse social, têm chamado a atenção de diferentes áreas de interesse no meio acadêmico. Projetos desenvolvidos na área social, por exemplo, já ganharam destaque em congressos acadêmicos capitaneados por instituições renomadas, como Universidade Federal de Goiás, e específicos da área, caso do Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, realizado pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC). Os programas sociais da Agehab também despertaram interesse do público internacional, em apresentações em países como México e Portugal.

Nesta semana, a Agehab participa da 4ª Jornada da Cidadania PUC Goiás, que começa na próxima quarta-feira (24/05). A equipe técnica da Agehab apresentará o projeto Casa Solar, de implantação da energia fotovoltaica em conjuntos habitacionais construídos com recursos do Cheque Mais Moradia, do Governo de Goiás. Os pilotos desse projeto já estão em sendo finalizados nos municípios de Alto Paraíso e Pirenópolis. O mesmo assunto é foco da participação da Agência no evento Ecoenergy – Congresso de Tecnologias Limpas e Renováveis para a Geração de Energia, que será realizado em São Paulo, a partir da terça-feira (23/05).

Na capital goiana, onde será realizado o evento da PUC, a exposição do projeto Casa Solar será realizada pelo diretor Técnico da Agehab, o engenheiro Marcel Bruno Souza. A explanação está marcada para a sexta-feira (26/05), no auditório do Centro de Convenções da PUC (Câmpus 2, Jardim Mariliza, Goiânia), Bloco S. Já em São Paulo, o diretor será acompanhado pelo engenheiro Leandro Kazuaki Tsuruda, na participação da 7ª edição do evento Ecoenergy – Congresso de Tecnologias Limpas e Renováveis para a Geração de Energia, entre terça-feira (23/05) e quinta-feira (25/05). Na ocasião, eles vão trocar informações com participantes sobre a iniciativa de energia sustentável em Goiás.

O presidente da Agehab, Luiz Stival, destaca que a Agência de Habitação, com uma equipe enxuta e de alta qualidade técnica, tem conseguido implantar programas pioneiros no Brasil na área de moradia de interesse social. "A administração Marconi Perillo tem compromisso com inovação. Procuramos melhorar os processos construtivos e incorporar soluções tecnológicas que promovam inclusão social e bem-estar às famílias moradoras dos empreendimentos que contam com participação de recursos do Estado", frisa Stival.

Casa solar

Com a implantação do programa Casa Solar pela Agehab, o Governo de Goiás assume mais uma vez o pioneirismo no País na execução de programas habitacionais inovadores. O projeto já é um marco na história da habitação de interesse social no Brasil. Na primeira etapa são quatro municípios beneficiados: Alto Paraíso, Pirenópolis, Caçu e Palmeiras de Goiás, no total de 1.200 moradias com sistemas de energia solar fotovoltaica, ligados à rede da Celg, capazes de gerar até 70% de economia na conta de luz das famílias beneficiárias. A Agehab também colocará lâmpadas de led nestas residências.

A Agehab começou os projetos-pilotos do programa pelos municípios de Alto Paraíso, no Nordeste Goiano, e Pirenópolis, na Região Central do Estado. Em Alto Paraíso, município que recebe atenção integral do Governo de Goiás para cumprir os 17 objetivos de sustentabilidade sugeridos pela Organização das Nações Unidas (ONU), com a meta de conquistar o título de Cidade Modelo do País em sustentabilidade, a Agehab dotou 40 moradias do Setor Novo Horizonte com duas placas de energia fotovoltaica. As moradias foram construídas com recursos do premiado programa Cheque Mais Moradia – que inspirou o Cartão Reforma do governo federal – em parceria com o Minha Casa Minha Vida. Além das moradias, a Agehab assumiu a construção de duas praças sustentáveis em Alto Paraíso, em todos os aspectos.

Já em Pirenópolis, cidade histórica que também integra o roteiro turístico de Goiás, a Agehab implantou o sistema de energia fotovoltaica em 146 unidades habitacionais. Cada moradia recebeu uma placa e a estrutura pronta para instalação de outra no futuro, o que poderá ser feito com recursos da própria família.

Com a entrada em funcionamento desses dois pilotos, Goiás passa a ser o Estado pioneiro em adoção de energia fotovoltaica em unidades unifamiliares e também em número de residências. O investimento do Governo de Goiás na implantação dos sistemas é de R$ 3 mil por unidade habitacional, em Cheque Mais Moradia, modalidade Reforma/Melhoria. Isso ajuda a popularizar a tecnologia e colocá-la à disposição de famílias de baixa renda, com atendimento em escala, fato que tem atraído as empresas do setor para o filão das moradias de interesse social.

O Casa Solar da Agehab reforça o programa Goiás Solar, lançado pelo Governo de Goiás como forma de enfrentar a crise energética e ao mesmo tempo criar alternativas para uso de fontes limpas de energia.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212