Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


12 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ministros irão aos estados para ação de combate ao Aedes aegypti - Jornal Brasil em Folhas
Ministros irão aos estados para ação de combate ao Aedes aegypti


Durante a mobilização nacional de combate ao Aedes aegypti, que ocorre neste sábado (13) em todo o país, o governo federal estará representado em cada capital brasileira e em cidades de grande porte. Todos os ministros foram acionados pela presidenta Dilma Rousseff para acompanhar pessoalmente as ações. Presidentes de estatais e secretários de ministérios também estarão presentes nos municípios.

Dilma vai ao Rio de Janeiro e escalou o ministro da Saúde, Marcelo Castro, para acompanhar o trabalho das Forças Armadas em Salvador. A divisão das localidades a serem visitadas por cada auxiliar da presidenta foi feita pelo Palácio do Planalto após convocação, na semana passada, do ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, para que os colegar participem das vistorias.

A ideia é “dar o exemplo” e mostrar que, assim como as limpezas ocorridas há duas semanas nos prédios públicos, as autoridades também estão engajadas no combate ao mosquito. O Aedes aegypti é vetor da dengue, da febre chinkungunya e do vírus Zika, que está relacionado à microcefalia em bebês.

Durante a ação, o governo quer levar cerca de 220 mil militares do Exército, da Marinha e Aeronáutica a 356 municípios para que participem da campanha de conscientização da população com orientações para eliminar os criadouros do Aedes aegypti. Os militares vão distribuir material impresso com dicas sobre como manter a casa livre dos locais de reprodução do mosquito.

A meta da mobilização nacional é visitar três milhões de residências, segundo o governo. A ação vai abranger todas as cidades consideradas endêmicas, de acordo com indicação do Ministério da Saúde, e as capitais do país. Entre os membros do primeiro escalão, apenas três não vão monitorar as ações, por estarem de férias ou em viagem ao exterior.

Veja a lista completa de ministros que participarão da mobilização contra o Aedes aegypti:

Gilberto Occhi (Integração Nacional) – Aracaju (SE)

Valdir Simão (Planejamento) – Belém (PA)

Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário) - Belo Horizonte (MG)

Marcos Jorge de Lima (Secretário-executivo do Ministério do Esporte) – Boa Vista (RR)

Alexandre Tombini (Banco Central) – Brasília (DF)

Aldo Rebelo (Defesa) – Campinas (SP)

George Hilton (Esporte) – Campo Grande (MS)

Carlos Higino (Controladoria-Geral da União) – Crato (CE)

Gilberto Kassab (Cidades) – Cuiabá (MT)

Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) – Curitiba (PR)

Guilherme Walter Ramalho (Aviação Civil) – Feira de Santana (BA)

Míriam Belchior (presidenta da Caixa) – Florianópolis (SC)

José Eduardo Cardozo (Justiça) – Fortaleza (CE)

Nelson Barbosa (Fazenda) – Goiânia (GO)

Henrique Eduardo Alves (Turismo) – João Pessoa (PB)

Gustavo do Vale (presidente da Infraero) – Macapá (AP)

Edinho da Silva (Secretaria de Comunicação Social) – Maceió (AL)

Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo) – Manaus (AM)

Armando Monteiro (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) – Natal (RN)

Izabela Teixeira (Meio Ambiente) – Niterói (RJ)

Aloizio Mercadante (Educação) – Osasco (SP)

Miguel Rossetto (Trabalho e Previdência Social) – Palmas (TO)

Eduardo Braga (Minas e Energia) – Porto Alegre (RS)

Carlos Gabas (secretário especial da Previdência) – Porto Velho (RO)

Tereza Campello (Desenvolvimento Social) – Recife (PE)

Juca Ferreira (Cultura) – Rio Branco (AC)

Marcelo Castro (Saúde) – Salvador (BA)

Helder Barbalho (Portos) – Santos (SP)

Jaques Wagner (Casa Civil) – São Luís (MA)

Antonio Carlos Rodrigues (Transportes) – São Paulo (SP)

Nilma Lino Gomes (Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos) – Teresina (PI)

Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) – Vitória (ES)

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212