Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Expectativa do consumidor em relação à inflação é a menor desde agosto de 2013 - Jornal Brasil em Folhas
Expectativa do consumidor em relação à inflação é a menor desde agosto de 2013


A expectativa mediana dos consumidores brasileiros para a inflação nos 12 meses seguintes recuou em maio deste ano 0,4 ponto, para 7,1%, o menor nível desde agosto de 2013. Na comparação com o mesmo período no ano anterior, o indicador registrou recuo de 3,2 pontos percentuais.

A constatação é da pesquisa Expectativa de Inflação dos Consumidores, divulgada hoje (23), pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV). Em agosto de 2013, a expectativa de inflação estava em 7%.

O economista da FGV Pedro Costa Ferreira avaliou que a queda na expectativa de inflação por parte dos consumidores corresponde à “queda generalizada dos preços, refletida no Indice de Preços ao Consumidor, medido pelo IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística]”. Segundo ele “as pessoas estão, cada vez mais, acreditando no compromisso do Banco Central em manter a inflação na meta”. Além disso, avalia Ferreira, “a profunda recessão econômica e o alto desemprego ajudam a direcionar as expectativas de inflação para níveis inferiores”.

Migração das expectativas

Mais da metade dos consumidores ouvidos pela pesquisa agora em maio (50,9%) previram inflação inferior a 6% nos 12 meses seguintes, “dando continuidade ao movimento de migração das expectativas para valores inferiores ao limite superior da meta de inflação estabelecida pelo Banco Central para este ano”, avalia Ferreira.

As respostas prevendo taxas inferiores à meta de 4,5% reduziu 4 pontos percentuais em relação ao mês anterior, passando a 20,3% do total. No extremo oposto, o percentual de citações prevendo índices superiores a 10% recuou 1,3 ponto percentual, para 15,4%, o mesmo nível de março passado.

A pesquisa constatou, ainda, que a expectativa de taxas de inflação menores recuou em todas as faixas de renda, exceto para as famílias que recebem entre R$ 4,8 mil e R$ 9,6 mil, cuja previsão ficou relativamente estável em relação ao mês anterior.

Neste mês, a redução mais forte da expectativa de inflação ocorreu entre as famílias com renda até R$ 2,1 mil mensais.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212