Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Expectativa do consumidor em relação à inflação é a menor desde agosto de 2013 - Jornal Brasil em Folhas
Expectativa do consumidor em relação à inflação é a menor desde agosto de 2013


A expectativa mediana dos consumidores brasileiros para a inflação nos 12 meses seguintes recuou em maio deste ano 0,4 ponto, para 7,1%, o menor nível desde agosto de 2013. Na comparação com o mesmo período no ano anterior, o indicador registrou recuo de 3,2 pontos percentuais.

A constatação é da pesquisa Expectativa de Inflação dos Consumidores, divulgada hoje (23), pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV). Em agosto de 2013, a expectativa de inflação estava em 7%.

O economista da FGV Pedro Costa Ferreira avaliou que a queda na expectativa de inflação por parte dos consumidores corresponde à “queda generalizada dos preços, refletida no Indice de Preços ao Consumidor, medido pelo IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística]”. Segundo ele “as pessoas estão, cada vez mais, acreditando no compromisso do Banco Central em manter a inflação na meta”. Além disso, avalia Ferreira, “a profunda recessão econômica e o alto desemprego ajudam a direcionar as expectativas de inflação para níveis inferiores”.

Migração das expectativas

Mais da metade dos consumidores ouvidos pela pesquisa agora em maio (50,9%) previram inflação inferior a 6% nos 12 meses seguintes, “dando continuidade ao movimento de migração das expectativas para valores inferiores ao limite superior da meta de inflação estabelecida pelo Banco Central para este ano”, avalia Ferreira.

As respostas prevendo taxas inferiores à meta de 4,5% reduziu 4 pontos percentuais em relação ao mês anterior, passando a 20,3% do total. No extremo oposto, o percentual de citações prevendo índices superiores a 10% recuou 1,3 ponto percentual, para 15,4%, o mesmo nível de março passado.

A pesquisa constatou, ainda, que a expectativa de taxas de inflação menores recuou em todas as faixas de renda, exceto para as famílias que recebem entre R$ 4,8 mil e R$ 9,6 mil, cuja previsão ficou relativamente estável em relação ao mês anterior.

Neste mês, a redução mais forte da expectativa de inflação ocorreu entre as famílias com renda até R$ 2,1 mil mensais.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212