Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Feb de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Prévia da inflação registra em maio menor acumulado em 12 meses desde 2007 - Jornal Brasil em Folhas
Prévia da inflação registra em maio menor acumulado em 12 meses desde 2007


A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) teve variação de 0,24% em maio, ficando 0,03 ponto percentual acima dos 0,21% registrados em abril. Apesar da alta, o resultado acumulado nos primeiros cinco meses do ano ficou em 1,46%, bem abaixo dos 4,21% referentes ao período de janeiro a maio de 2016.

Os dados foram divulgados hoje (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e indicam que o IPCA-15 acumulado nos últimos doze meses, caiu para 3,77%, abaixo dos 4,41% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores e constituindo-se na menor variação acumulada em períodos de 12 meses desde os 3,71% registrados em julho de 2007. Em maio de 2016, a taxa havia sido de 0,86%.

A ligeira alta de maio em relação a abril foi pressionada pelos preços dos remédios, que subiram 2,08% e causaram impacto de 0,07 ponto percentual nos 0,24% do IPCA-15 relativo ao mês.

Segundo o IBGE, a pressão no preço dos remédios foi consequência do reajuste anual que passou a valer a partir de 31 de março, variando entre 1,36% e 4,76%, conforme o tipo de medicamento. Isto resultou numa alta de 2,96% em relação aos preços dos medicamentos em abril (alta de 0,86%); e de 2,08% em relação a maio.

Inflação por grupo

Em consequência da alta dos remédios, o grupo Saúde e Cuidados Pessoais apresentou, pelo segundo mês consecutivo, a maior variação entre os grupos, ai subir em maio 0,84%; seguido dos artigos de Vestuário, com alta de 0,74%.

Os preços do grupo Alimentação e bebida também registraram alta ao passar de 0,31% para 0,42%, entre abril e maio. Neste caso, houve alta nos preços de produtos como batata-inglesa (16,08%), tomate, (12,09%) e cebola (9,15%); enquanto outros, como óleo de soja (-5.81%), açúcar cristal (-3,03%), frutas (-2,73%) e feijão-carioca (-2,52%), fecharam com deflação 9inflação negativa).

Quanto aos demais grupos, as variações situaram-se entre -0,40% e 0,27%, com destaque para a queda de 0,4% no grupo Transportes, onde os combustíveis passaram a custar 1,12% menos do que custavam em abril. Com isso geraram o mais forte impacto negativo no IPCA-15 do mês: -0,06 ponto percentual.

O IBGE chama a atenção para o preço do litro da gasolina que chegou a ficar 0,85% mais barato, com o etanol caindo ainda mais: -2,48%.

IPCA-15 por região

Das 11 regiões metropolitanas e municípios pesquisados pelo IBGE, três apresentaram IPCA-15 maior que os 0,24% da taxa global, cinco, apresentaram índices menores que a taxa global; dois fecharam com deflação; e a Região Metropolitana de Porto Alegre apresentou variação igual à taxa global (0,24%).

A maior inflação foi verificada na Região Metropolitana do Recife com alta de 0,65%, resultado 0,41 ponto percentual acima da média nacional; seguido por São Paulo (0,38%); e Porto Alegre (0,27%).

Entre as sete regiões e municípios com taxas abaixo da média nacional, o destaque ficou com o município de Goiânia, onde o IPCA-15 fechou com inflação negativa de 0,22%. Também fechou com deflação a Região Metropolitana de Belém (-0,04%).

As outras cinco regiões com taxas abaixo do IPCA-15 nacional são Curitiba, com inflação de 0,21%, seguida pelo Rio de Janeiro (0,2%); Belo Horizonte (0,18%); Brasília (0,16%); e a Região Metropolitana de Salvador, com 0,02%.

O IPCA-15 tem a mesma metodologia do IPCA, a inflação oficial do país, e envolve as famílias com mesma faixa de renda (de um a 40 salários mínimos), mas tem menor abrangência geográfica e período de coleta diferenciado – vai mais ou menos da segunda metade do mês anterior à primeira do mês de referência.

 

Últimas Notícias

Superintendente da Caixa, Marise Fernandes, recebe Título de Cidadã Goiana
Iris Rezende: “Marconi deixou sua marca em todas as áreas administrativas”
Bolsa Universitária: abertas novas inscrições para 10 mil bolsas
Torcidas de Goiás e Vila se mobilizam para a doação de sangue
800 vigilantes penitenciários concluem curso e vão reforçar segurança em presídios
Governo de Goiás entrega mais um colégio de alto padrão no Entorno do DF
Goiás terá 10 mil agentes de saúde formados em técnico em enfermagem
Dois chefs de cozinha representam Goiás na disputa pela maior premiação da gastronomia brasileira

MAIS NOTICIAS

 

Ministro diz que Brasil mantém portas abertas para receber refugiados
 
 
Aprovação da reforma da Previdência é prioridade número um, diz Meirelles
 
 
Conselhos aprovam intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro
 
 
Eunício determina que todas as PECs parem de tramitar no Senado
 
 
Maia anuncia criação de observatório para acompanhar ações de intervenção no RJ
 
 
Marun diz que não há como votar reforma da Previdência durante intervenção

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212