Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Peças do tesouro de Tutancâmon serão transferidas para novo museu egípcio - Jornal Brasil em Folhas
Peças do tesouro de Tutancâmon serão transferidas para novo museu egípcio


Uma cama e uma carruagem funerária de Tutancâmon vão ser transferidas nesta terça-feira para um novo museu, ainda em construção, ao pé das Pirâmides de Gizé, informou o Ministério de Antiguidades egípcio.

De acordo com a página do ministério no Facebook, que cita o chefe do Grande Museu Egípcio (GEM), Tarek Tawfik, para serem transportadas, as duas peças foram embaladas com materiais livres de ácido, para evitar danos.

A mesma fonte informou que o leito funerário do jovem faraó é de madeira e está coberto com folhas de ouro e decorado com a face da deusa da guerra Sekhmet, representada com uma cabeça de leão.

Ambas as peças, de grande valor, vão ser transportadas por caminhão pela cidade. Além disso, no final da tarde, será realizada uma cerimônia no GEM, museu que abrigará coleções do Egito Antigo.

O GEM, no sopé do planalto de Gizé e cuja construção foi anunciada em 2002, deveria ter sido inaugurado em 2015, mas sua construção sofreu atrasos.

O orçamento inicial era de 800 milhões de dólares, mas com o atraso, os custos dispararam e excederam 1 bilhão de dólares, de acordo com as autoridades.

Paralelamente, o turismo caiu após a revolução de 2011 que derrubou o presidente Hosni Mubarak e foi seguida por um período de instabilidade política.

O Egito, que atualmente enfrenta uma crise econômica aguda, espera voltar a recuperar as receitas do turismo.

O museu deve abrir as suas portas ao público, ou pelo menos parcialmente, em 2018. O enorme complexo se estende por 47 hectares e vai abrigar cerca de 100.000 antiguidades, incluindo 4.500 peças do tesouro de Tutancâmon, descoberto em 1922 no Vale dos Reis, perto de Luxor, pelos britânico Howard Carter e Lord Carnarvon.

A múmia do faraó, que morreu aos 19 anos em 1324 a.C após reinar por nove anos, permanecerá em seu túmulo, no Alto Egito, devido a sua fragilidade.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212