Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Fundo revela como ganhou mais de 7% no dia em que todo o mercado desabou - Jornal Brasil em Folhas
Fundo revela como ganhou mais de 7% no dia em que todo o mercado desabou


A divulgação pela imprensa da conversa entre o presidente Michel Temer e o dono da JBS, Joesley Batista, teve o efeito de uma avalanche nos mercados financeiros na última quinta-feira (18). Enquanto muitos perderam dinheiro, no entanto, a gestora de recursos independente Kadima Asset Management obteve seu melhor resultado diário em quatro fundos de investimentos diferentes no dia do terremoto político.

Rodrigo Maranhão, sócio da Kadima, explica que todos os fundos são geridos com estratégias quantitativas por meio de algoritmos que seguem a tendência dos ativos. “O algoritmo tenta achar a tendência de curto prazo. No dia anterior ao caos houve uma piora nos mercados devido ao Donald Trump e a estratégia já tinha se posicionado com os fundos comprados no dólar e nos DIs longos e vendidos em índice futuro”, explica.

No dia anterior, a crise política no governo Donald Trump se agravou - e pressionou os mercados domésticos - após o jornal The New York Times informar que o presidente norte-americano pediu ao então diretor do FBI James Comey para encerrar uma investigação sobre as ligações entre o então conselheiro de segurança nacional da Casa Branca Michael Flynn e a Rússia.

Mantendo a estratégia que previa piora nos mercados como base para as operações no dia 18 de maio, os fundos da Kadima alcançaram recorde diário histórico. O Kadima High Vol FIM teve ganho de 7,21%, o Kadima FIC FIM teve alta de 3,02%, o Kadima II FIC FIM avançou 2,98% e o Icatu Seguros Kadima Previdência Multimercado).

No mesmo dia, o Ibovespa acionou o circuit breaker pela primeira vez desde 2008 logo nos primeiros minutos de pregão e encerrou em queda de 8,80%, enquanto o dólar comercial disparou 8,52%, cotado a R$ 3,4008 na venda – na maior alta desde 5 de março de 2003. O fato de estar vendido em índice futuro garantiu fortes ganhos aos fundos da Kadima.

No mercado de juros futuros, em que a gestora estava comprada nos contratos mais longos, o contrato com vencimento em janeiro de 2025 saltou 176 pontos, para 11,91%. Em meio ao caos, que incluiu rumores de renúncia de Temer, muitos analistas recomendaram aos investidores evitar qualquer atuação no mercado e avaliaram que o ideal seria deixar a poeira baixar para fazer negócios mais assertivos em outro dia.

Nos dias seguintes, após a tormenta, os mercados seguiram voláteis e Maranhão afirma que isso tende a beneficiar os fundos multimercados. “Historicamente os fundos se beneficiam desses movimentos mais voláteis. Eu gostaria que essa volatilidade continuasse. O VIX [conhecido como termômetro de nervosismo dos mercados dos Estados Unidos] tinha batido a mínima histórica de 2003. A volatilidade estava bastante comprimida e ela voltando costuma ser benéfico para nós”, explica Maranhão.

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212