Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


11 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo dos EUA acusa Fiat Chrysler de manipular emissões de motores a diesel - Jornal Brasil em Folhas
Governo dos EUA acusa Fiat Chrysler de manipular emissões de motores a diesel


O Departamento de Justiça dos Estados Unidos apresentou nesta terça-feira um processo civil contra a Fiat Chrysler pela suposta manipulação das emissões dos motores a diesel dos veículos produzidos pela montadora.

Segundo o governo dos EUA, 104 mil veículos da Fiat Chrysler equipados com motores EcoDiesel de 3 litros têm funções de software que não foram revelados aos reguladores durante o processo de verificação. Além disso, no processo, o Departamento de Justiça diz que esses automóveis têm sistemas para manipular as emissões.

Os dois modelos envolvidos seriam o Jeep Grand Cherokee 2014-2016 e RAM 1500 2014-2016. Os softwares instalados nesses veículos, segundo o governo americano, permitem que os sistemas de controle de emissões se comportem de maneira distinta durante a condução normal e durante os testes de emissão de gases.

A manipulação seria capaz de esconder as emissões reais de dióxido de nitrogênio dos veículos, que são muito superiores às permitidas pela legislação em vigor no território americano.

A acusação do governo dos EUA é similar à realizada contra a Volkswagen em 2015. A montadora alemã reconheceu que utilizou um software para manipular as emissões reais de seus motores a diesel no país e se comprometeu a pagar bilhões de dólares em multas e compensações.

A Fiat Chrysler, porém, negou as acusações do Departamento de Justiça e disse estar decepcionada com o processo apresentado pela Divisão de Meio Ambiente e Recursos Naturais do órgão.

Temos a intenção de nos defender de forma intensa, particularmente contra qualquer acusação de que iniciamos um programa deliberado para instalar equipamentos para manipular os testes de emissões nos EUA, disse a Fiat Chrysler em nota.

Na semana passada, a companhia anunciou que modificará os software de seus motores a diesel no país para solicitar às autoridades federais a certidão de que os veículos estão de acordo com a legislação americana.

Segundo a Fiat Chrysler, a atualização do software melhora as calibragens e atende às preocupações expressadas pela Agência de Proteção Ambiental (EPA) dos EUA. EFE

 

Últimas Notícias

Jornalista e radialista Laerte Junior morre aos 52 anos
Prazo para consolidar dívidas do Refis começa nesta segunda
Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
Receita libera hoje consulta a sétimo lote de restituição do IR 2018
Intenção de investimentos da indústria cresce 4,4 pontos
Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
Anatel apreende mais de 126 mil produtos não certificados

MAIS NOTICIAS

 

Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
 
 
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
 
 
Diálogo Brasil debate projeto Escola sem Partido
 
 
Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social
 
 
Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus
 
 
ONG homenageia policiais militares mortos no estado do Rio

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212