Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Banco Central dos EUA indica ser apropriado novo aumento nas taxas de juros - Jornal Brasil em Folhas
Banco Central dos EUA indica ser apropriado novo aumento nas taxas de juros


O Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) considera que logo será apropriado um novo aumento nas taxas de juros se a melhoria econômica se mantiver, segundo as atas da reunião do início de maio divulgadas nesta quarta-feira.

A maior parte dos participantes afirmou que, se a informação econômica continuar em linha com o esperado, seria apropriado tomar logo um novo passo na retirada de parte da expansão monetária, indicou o documento, que faz referência ao encontro dos dias 2 e 3 de maio sobre política monetária do Fed.

Na ocasião, o banco central americano decidiu manter sem modificação as taxas de juros na categoria de entre 0,75% e 1%, que espera elevar em duas ocasiões ao longo deste ano.

No entanto, ressaltou que seria prudente aguardar a uma evidência adicional que aponte que o recente esfriamento no ritmo da atividade econômica tenha sido transitório.

O primeiro dado de evolução do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA mostrou uma taxa anualizada de crescimento de 0,7% no primeiro trimestre de 2017, abaixo do esperado.

O desemprego, pelo contrário, continuou sua progressiva queda e se situou em abril em uma taxa de 4,4%, nos menores níveis em uma década.

Por outro lado, os membros do Fed se mostraram de acordo em iniciar ao longo deste ano a redução de seu avultado balanço de ativos de mais de US$ 4 bilhões adquiridos para estimular a economia, após a crise financeira através da cessação paulatina do reinvestimento dos benefícios destes ativos.

A próxima reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto do Fed, que dirige a política monetária do organismo, está prevista para os dias 13 e 14 de junho, e para então está prevista uma coletiva de imprensa de sua presidente, Janet Yellen.

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212