Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Justiça Federal argentina ordena buscas na sede da Odebrecht em Buenos Aires - Jornal Brasil em Folhas
Justiça Federal argentina ordena buscas na sede da Odebrecht em Buenos Aires


A policía argentina realizou nesta quarta-feira (24) um mandado de busca e apreensão no escritório da Odebrecht, em Buenos Aires. A ordem partiu da Justiça Federal argentina, dentro do processo no qual se investiga um esquema de superfaturamento e subornos na construção de uma usina para a estatal Aysa, que presta serviços de distribuição de água e saneamento na Argentina.

O juiz federal Sebastián Casanello investiga supostas irregularidades na contratação de várias empresas por parte da estatal Aysa em 2008. A Odebrecht e uma dessas empresas. Através de nota, a empreiteira brasileira garantiu que se apresentou no dia 9 de maio perante o tribunal presidido por Casanello, onde tramita a ação por meio da qual foram ordenadas as buscas, e se dispôs “a colaborar de maneira ampla e irrestrita com as investigações”.

“A empresa reafirma sua intenção de colaborar com a Justiça e espera reconquistar a confiança da sociedade mediante uma atuação empresarial íntegra, ética e transparente”, declarou a Odebrechet em comunicado público, no qual confirmou as buscas em seus escritórios localizados no 32º andar de uma torre situada no bairro portenho de Retiro.

A Odebrecht já admitiu, perante a justiça dos Estados Unidos, ter pago US$ 788 milhões em propinas em dez países latino-americanos, onde tem negócios. Desse total, cerca de US$ 35 milhões teriam sido desembolsados na Argentina, entre 2007 e 2015, durante o governo da ex-presidente Cristina Kirchner.

Reunião reagendada

O Ministério de Justiça argentino, por sua vez, informou hoje, em nota à impresa, que reagendou para a próxima semana a reunião com a Odebrecht prevista para esta quarta-feira, e que daria continuidade à reunião realizada ontem com advogados da empreiteira, na qual a empresa fez uma proposta que seria examinada hoje pelo governo.

“O ministro da Justiça e dos Direitos humanos, Germán Garavano, se reunirá na próxima semana com os advogados da empreiteira brasileira para chegar a um acordo que permita à Justiça receber informações sobre o suposto pagamento de propinas a funcionários e empresários argentinos ligados à obra pública. A reunião foi remarcada para a próxima semana porque a Justiça Federal ordenou buscas nos escritórios da Odebrecht”, afirma a nota do ministério.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212