Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Irã construiu terceira fábrica subterrânea de mísseis - Jornal Brasil em Folhas
Irã construiu terceira fábrica subterrânea de mísseis


O Irã construiu a terceira fábrica subterrânea de mísseis, declarou o general Amir Ali Hadjizadeh, comandante da força aeroespacial dos Guardiães da Revolução, força de elite do regime, citado nesta quinta-feira pela agência de notícias Fars.

Nós desenvolvemos passo a passo a nossa capacidade de defesa e construímos nos últimos anos uma terceira fábrica subterrânea de mísseis, declarou Hadjizadeh, sem dar mais detalhes.

É a primeira vez que o Irã anuncia que possui fábricas subterrâneas para a produção de mísseis balísticos.

Em outubro de 2015, a televisão iraniana exibiu pela primeira vez imagens de uma base subterrânea cheia de mísseis de diferentes tipos. Naquele momento, o general Hadjizadeh havia explicado que a base estava localizada a 500 metros de profundidade para escapar do alcance de possíveis ataques inimigos.

No sábado, o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, pediu ao Irã que acabe com seus testes de mísseis balísticos, durante visita à Arábia Saudita na companhia do presidente americano, Donald Trump, que assinou um acordo de 110 milhões de dólares em vendas de armas a Riad, grande rival do Irã na região.

Em resposta, o recém-reeleito presidente do Irã, Hassan Rohani, declarou na segunda-feira que o Irã continuaria com seus testes de mísseis.

Vamos desenvolver nosso poderio balístico. É normal que os nossos inimigos, nomeadamente os Estados Unidos e Israel, estejam com raiva (...) já que querem que o povo iraniano esteja em uma posição de fraqueza, disse o general Hadjizadeh.

Nos últimos anos, o Irã desenvolveu uma grande indústria balística e já possui vários tipos de mísseis, principalmente mísseis com um alcance de 2.000 quilômetros, capazes de atingir Israel e bases americanas na região.

Os Estados Unidos impuseram novas sanções contra o programa de mísseis balísticos do Irã desde a chegada ao poder de Donald Trump em janeiro.

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212