Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Feb de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Defesa de Temer formaliza pedido para que presidente só responda sobre áudio após perícia - Jornal Brasil em Folhas
Defesa de Temer formaliza pedido para que presidente só responda sobre áudio após perícia


A defesa de Michel Temer formalizou nesta quarta-feira o pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o depoimento escrito do presidente só ocorra após a conclusão da perícia do áudio da conversa gravada entre ele e o delator Joesley Batista, dono da JBS.
O advogado Antonio Mariz, contratado para defender o presidente, já tinha anunciado que seu cliente não deveria responder a questões sobre o áudio até que a perícia da Polícia Federal (PF) fosse concluída. O depoimento de Temer foi autorizado nesta terça-feira pelo relator da Lava-Jato no STF, ministro Edson Fachin, e será tomado por escrito, em data ainda não definida.

Temer, depois de receber da Polícia Federal (PF) o interrogatório pedido pela Procuradoria Geral da República (PGR), terá prazo de 24 horas para respondê-lo por escrito.

O ministro do STF Edson Fachin, relator da Lava-Jato na Corte, já determinou que as perguntas sejam enviadas à PF assim que forem concluídas as investigações. De acordo com ele, isso deve ocorrer em até dez dias.

Joesley gravou a conversa que teve com Temer em 7 de março, no Palácio do Jaburu, sem conhecimento do presidente. No áudio, o empresário fala com Temer sobre pagamento de propina ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e a um procurador da República, e também pede para o presidente ajudá-lo a pressionar o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

O áudio está sendo periciado pela PF e, segundo a defesa de Temer, foi manipulado. No entanto, em nenhuma entrevista recente o presidente desmentiu o conteúdo das conversas ou ao menos negou o encontro, que ocorreu fora da agenda oficial, no porão do Palácio do Jaburu. A polícia pediu prazo de 30 dias para concluir o trabalho.

 

Últimas Notícias

Superintendente da Caixa, Marise Fernandes, recebe Título de Cidadã Goiana
Iris Rezende: “Marconi deixou sua marca em todas as áreas administrativas”
Bolsa Universitária: abertas novas inscrições para 10 mil bolsas
Torcidas de Goiás e Vila se mobilizam para a doação de sangue
800 vigilantes penitenciários concluem curso e vão reforçar segurança em presídios
Governo de Goiás entrega mais um colégio de alto padrão no Entorno do DF
Goiás terá 10 mil agentes de saúde formados em técnico em enfermagem
Dois chefs de cozinha representam Goiás na disputa pela maior premiação da gastronomia brasileira

MAIS NOTICIAS

 

Ministro diz que Brasil mantém portas abertas para receber refugiados
 
 
Aprovação da reforma da Previdência é prioridade número um, diz Meirelles
 
 
Conselhos aprovam intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro
 
 
Eunício determina que todas as PECs parem de tramitar no Senado
 
 
Maia anuncia criação de observatório para acompanhar ações de intervenção no RJ
 
 
Marun diz que não há como votar reforma da Previdência durante intervenção

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212