Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Festejos juninos do Recife começam com caminhada de trios forrozeiros - Jornal Brasil em Folhas
Festejos juninos do Recife começam com caminhada de trios forrozeiros


Recife inaugurou, hoje (8) à noite, os festejos juninos oficiais tendo os reis do forró como abre-alas. Sanfoneiros, zabumbeiros e tocadores de triângulo saíram pelas ruas do Recife Antigo, bairro histórico da cidade, na tradicional Caminhada do Forró, que ocorre há 13 anos. Os músicos lideraram a multidão durante o percurso que começou na Rua da Moeda e acabou na Praça do Arsenal, onde artistas pernambucanos se apresentaram em um palco.

De acordo com a diretora de eventos Natália Reis, que organiza a caminhada, a ideia sempre foi buscar a valorização da cultura junina tradicional, que tem no trio de forrozeiros a principal expressão musical do período junino – e, também, do resto do ano, no Nordeste rural. Nesta edição, eles procuraram destacar essa vertente. “A gente está reforçando mais, falando mais sobre isso, por causa da descaracterização do forró e do São João”, explicou.

O forró não é só fonte de tradição popular, mas também de renda de muitos dos que caminharam hoje na capital pernambucana. Como Cocó dos Oito Baixos, cujo nome de registro é Eronildo Teodoro, do município de Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana do Recife. O sanfoneiro de 64 anos começou a tocar com 13. “Eu dava de comer aos meus filhos tocando isso aqui”, disse, enquanto mostrava alguns acordes improvisados.

No São João, Cocó dos Oito Baixos e outros artistas do gênero aproveitam para fazer uma renda maior, porque no resto do ano os convites para tocar diminuem. Para ele, é preciso que seja diminuída a diferença de cachês entre artistas famosos nacionalmente e os locais. “Ao invés de pagar R$ 10 mil a ele [artista famoso nacionalmente], paga R$ 5 mil e o resto dividia para pagar a gente”, defendeu. O músico acrescenta que quando o contrato é com o Poder Público, é comum aguardar meses até receber o dinheiro.

Público

O público que acompanhou a caminhada é atraído pela cultura tradicional do São João. A socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Rejane Luiza Santana, de 41 anos, trocou o dia do plantão para aproveitar com as amigas. “Tá no sangue. O pessoal costuma dizer na minha família que as crianças já nascem dançando forró”, brincou. Quem deu o exemplo, na prática, foi Davi Henrique, de 7 anos, filho dela. Não só bailou como se vestiu de cangaceiro. Em casa, ele perpetua os costumes herdados dos pais. “Eu faço fogueira, enfeito a casa”.

Os adultos também capricham e vão a caráter, como Eliú Crespo, 71 anos, que desde a juventude se fantasia para os eventos juninos. Há três anos ele usa um traje de padre, todo em cetim. “Venho casar o povo aqui”, brincou.

Até figuras conhecidas do carnaval do Recife comparecem para continuar brincando, como o auxiliar de serviços gerais José Flaviano Fonseca, de 52 anos. Ele é o Tampa do Carnaval, uma fantasia confeccionada por ele com tampinhas de todos os tamanhos e cores. Em junho, vira o Tampa do São João. “Eu gosto dos dois, mas o São João é mais paz, mas é metade um e metade outro”.

Programação oficial

A prefeitura do Recife anunciou, hoje, a programação completa do São João deste ano. Serão 35 polos festivos na cidade. O principal deles, o Sítio Trindade, em Casa Amarela, começa a funcionar no domingo (11), com o Pavilhão das Quadrilhas, a Sala de Reboco e o Palco Principal.

Todos os artistas contratados são pernambucanos ou tem título de cidadão de Pernambuco, de acordo com o presidente da Fundação de Cultura da Cidade do Recife, Diego Rocha. Os últimos dias do festejo são 30 de junho, quando ocorre a Festa do Fogo, no Pátio de São Pedro, em homenagem a Xangô; e 1º de julho com três arraiais do concurso Eu Amo Minha Rua, organizado pelo poder municipal.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212