Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Número de refugiados em São Paulo cai pela metade devido à crise econômica - Jornal Brasil em Folhas
Número de refugiados em São Paulo cai pela metade devido à crise econômica


O número de refugiados atendidos pela Missão Paz, referência na capital paulista em atendimento a pessoas nessa situação, reduziu pela metade. Segundo dados divulgados hoje (20), Dia Mundial do Refugiado, 1.976 refugiados entraram na cidade no primeiro semestre deste ano, contra 4.032 no mesmo período do ano passado.

Para o padre Paolo Parisi, da Paróquia Nossa Senhora da Paz, as notícias sobre a atual situação econômica do Brasil se disseminaram e os refugiados acabaram optando por outros destinos. “Em nível mundial, a migração e o fluxo de refugiados não diminuíram, só mudaram os destinos, por causa das oportunidades que se apresentam. Por exemplo, o Chile está apresentando as melhores oportunidades na América Latina. Também para o Uruguai o fluxo aumentou”, disse.

As principais nacionalidades que buscaram o serviço de atendimento a refugiados este ano foram haitianos (1.149), bolivianos (144), peruanos (130), angolanos (124) e colombianos (63). Além de hospedagem, a missão oferece ajuda para a regularização da documentação, atendimentos psicólogo e médico, e encaminhamento para o trabalho e cursos profissionalizantes.

Queda de haitianos

O número de haitianos atendidos na Missão Paz também reduziu pela metade. Passou de 2.550 no primeiro semestre de 2016 para 1.149 no mesmo período este ano. Segundo o padre, estima-se que metade das pessoas vindas do Haiti decidiram deixar o país e tentar a vida em países com melhores condições econômicas, como os Estados Unidos.

“Colegas da Missão Paz na fronteira de Tijuana, no México, disseram que receberam 20 mil haitianos vindos do Brasil, tentando entrar nos Estados Unidos. Ninguém sabe ao certo quantos saíram [do Brasil], mas, pelo menos, metade não está mais aqui”, disse Parisi.

Perseguição sexual

Em São Paulo há um mês, a chilena Carolina Rodrigues, de 35 anos, foge de perseguição sexual em seu país. Nascida em Valparaíso, a chilena conta que sofreu ameaças de hackers pela internet e pelo telefone. “Eles queriam fazer contato físico. E algumas pessoas ainda fizeram magia negra”, disse.

Abalada, a chilena disse que não quer voltar para o Chile, quer buscar seu filho de 16 anos e recomeçar a vida no Brasil. “Tenho muitas saudades do meu filho, gostaria de tê-lo aqui. Vou procurar emprego. Antes eu trabalhava como autônoma, fazendo alimentos naturais, costura”, disse.

A refugiada agradeceu o tratamento dado a ela desde que chegou ao país. “Eles (Missão Paz) têm muito amor, aqui ninguém passa fome, sou muito bem tratada. Fui bem recebida, eles me receberam bem. Tem alimentos, banho, cama, médico, lugar para encontrar emprego, fazer a documentação”, disse Carolina.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212