Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Seul e Washington fazem exercício naval após lançamento de míssil norte-coreano - Jornal Brasil em Folhas
Seul e Washington fazem exercício naval após lançamento de míssil norte-coreano


Os exércitos da Coreia do Sul e Estados Unidos encerram hoje manobras navais contra ataques submarinos como resposta ao recente lançamento espacial da Coreia do Norte, considerado um ensaio de mísseis.

Os exercícios – que ocorrem em águas sul-coreanas desde sábado – visam reforçar a preparação dos aliados em face de um hipotético ataque com submarinos pelo regime de Kim Jong-un, segundo informou a Força Naval sul-coreana em comunicado.

As forças de Seul e Washington simularam uma perseguição submarina e treinaram o combate real, em manobras que “aumentaram a capacidade para detectar, distinguir, rastrear e atacar submarinos do inimigo”, diz a mesma nota.

As manobras contam com o submarino de propulsão nuclear norte-americano de 7.800 toneladas – o USS North Carolina – e o submarino Kim Jwa-jin, de 1.800 toneladas, da Coreia do Sul.

Após concluírem hoje estas manobras, as forças navais de ambos os países vão realizar, na quarta-feira, um outro exercício conjunto focado na detecção de submarinos, em que vão participar aviões de vigilância.

Os exercícios navais dos aliados são uma resposta ao recente lançamento de um satélite a bordo de um foguete espacial por parte da Coreia do Norte, condenado pela comunidade internacional que o considera um ensaio encoberto de mísseis que viola resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Estados Unidos e Coreia do Sul pediram ao Conselho de Segurança da ONU a imposição de duras sanções à Coreia do Norte.

Washington tenciona enviar, em março, para a Coreia do Sul o porta-aviões de propulsão nuclear USS John C. Stennis, segundo fontes de Seul.

Os Estados Unidos mantêm 28.500 militares na Coreia do Sul e se comprometem a defender o seu aliado de um eventual ataque por parte do Norte como legado da Guerra da Coreia (1950-53).

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212