Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Aliados de Washington na Otan devem aumentar gasto militar em 4,3% em 2017 - Jornal Brasil em Folhas
Aliados de Washington na Otan devem aumentar gasto militar em 4,3% em 2017


Os aliados dos Estados Unidos na Otan elevarão em 4,3% o gasto militar em 2017, antecipou nesta quarta-feira o secretário-geral da Aliança, Jens Stoltenberg, um mês depois das críticas do presidente americano, Donald Trump.

E este ano, em 2017, prevemos um aumento real inclusive maior, de 4,3%, ou seja, o terceiro ano consecutivo de aumento do investimento militar nos países da Aliança, afirmou Stoltenberg no quartel-general da Otan em Bruxelas, na véspera de uma reunião dos ministros da Defesa.

O aumento do gasto militar de seus aliados é uma das reclamações tradicionais de Washington na Otan. Em 2014, o então presidente Barack Obama conseguiu que os membros da Aliança se comprometessem a aproximar o gasto militar nacional a 2% do PIB no prazo de uma década.

Ao lado dos Estados Unidos, apenas Grécia, Estônia, Reino Unido e Polônia cumprem a meta. Outros países desejam que outros critérios sejam levados em consideração na análise.

Em uma reunião de cúpula em Bruxelas no fim de maio, Donald Trump insistiu na pressão e afirmou que 23 das (então) 28 nações membros ainda não pagam o que deveriam e acusou alguns aliados de dever enormes quantias de dinheiro.

Celebramos o fato de que o presidente Trump se concentre nos gastos em defesa e em uma melhor distribuição da carga, já que devemos colocar em prática aquilo que acordamos, destacou Stoltenberg, para quem os aliados devem gastar mais não apenas para atender os Estados Unidos, mas também por seu próprio interesse.

O aumento anunciado para 2017 pelos aliados de Washington representaria quase 12 bilhões de dólares, o que elevaria o aumento do gasto militar na Europa e Canadá em 46 bilhões de euros em três anos, segundo o secretário-geral da Otan.

Os ministros da Defesa devem abordar a questão em uma reunião na quinta-feira, após a incorporação no início do mês de Montenegro como membro da Otan.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212