Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Atividade da construção civil e empregos no setor caem em maio, diz CNI - Jornal Brasil em Folhas
Atividade da construção civil e empregos no setor caem em maio, diz CNI


A atividade da construção civil e o emprego no setor tiveram retração em maio, mas o ritmo de queda está menor do que em 2016, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgada hoje (27). Em uma escala que vai de zero a 100, o indicador de nível de atividade na indústria da construção ficou em 44,1 pontos e o de número de empregados no setor alcançou 42,7 pontos em maio.

Segundo a CNI, quando estão abaixo dos 50 pontos, os indicadores mostram queda na atividade e no emprego do setor. Em maio de 2016, o indicador de atividade estava em 40,1 pontos e o de emprego, em 38,1 pontos.

Em maio, o nível de utilização da capacidade operacional da construção civil ficou estável em 55%. Ou seja, 45% das máquinas, equipamentos e pessoal do setor estavam parados em maio. Com isso, a disposição dos empresários para investir continua muito baixa. Em junho, segundo a mesma pequisa da CNI, o indicador de intenção de investimento caiu para 27,2 pontos, 1,3 ponto menor que o de maio. O índice também varia de zero a 100 pontos, e quanto menor o valor, mais baixa é a propensão dos empresários para investir.

Perspectivas

A pesquisa informa que as estimativas dos empresários da indústria da construção ficaram estáveis pelo segundo mês consecutivo. O indicador de evolução da atividade ficou em 49,7 pontos em junho, muito próximo dos 50 pontos, o que sinaliza perspectiva de manutenção na atividade nos próximos seis meses.

O indicador de expectativas de novos empreendimentos e serviços ficou em 48,8 pontos, o de compra de insumos e matérias-primas alcançou 48,3 pontos, eu de número de empregados, 48 pontos. Os indicadores de expectativa também variam de zero a 100 pontos. Valores abaixo de 50 pontos mostram que os empresários estão pessimistas.

Esta edição da pesquisa da CNI foi feita entre 1º e 12 de junho com 604 empresas. Dessas, 210 são pequenas, 262 são médias e 132 são de grande porte.

 

Últimas Notícias

Saúde libera recursos para atender moradores da região de Brumadinho
Justiça determina prisão preventiva de acusado de espancar paisagista
Irmão de mulher espancada diz que ainda está chocado com a violência
Flamengo pede mais prazo para decidir sobre indenização de vítimas
Profissionais que atuaram em Brumadinho serão monitorados
Auditores descobrem 158 Kg de cocaína na fronteira com a Bolívia
Governo determina medidas de precaução para barragens em todo o país
Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212