Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Segurança Pública estuda modelo de Ouvidoria do Ipasgo - Jornal Brasil em Folhas
Segurança Pública estuda modelo de Ouvidoria do Ipasgo


Nesta terça-feira, dia 27, o ouvidor geral Italuzy Toledo e o supervisor de Desenvolvimento da Secretaria de Segurança Pública, Donizeth Borges, estiveram no Ipasgo para conhecer o Sistema de Ouvidoria do Instituto. A ideia é implantar na Segurança Pública um sistema similar, já que o Ipasgo é o único órgão do governo estadual que possui um sistema próprio de Ouvidoria onde as manifestações tramitam totalmente integradas eletronicamente com o Sistema de Gestão de Ouvidoria do Estado de Goiás (SGO).

Os representantes da SSP foram recebidos pelo gerente de secretaria-geral e Ouvidoria, Eudenísio Batista, pelo coordenador de ouvidoria Paulo Henrique Oliveira, pelo supervisor de sistemas de informações, Gabriel Lopes e pela subcoordenadora de fábrica de software Cintya Santana Teixeira.

Os colaboradores do Instituto mostraram aos visitantes todo o funcionamento do Siou, como ele faz a comunicação com o SGO e ainda detalhes do desenvolvimento da ferramenta. “Com o Siou é possível a geração de informações estratégicas e gerenciais para subsidiar a tomada de decisão e a promoção de melhoria contínua dos processos organizacionais do Instituto, fazendo com que a Ouvidoria atue como um instrumento de gestão”, salientou Eudenisio Batista.

Atualmente, na Secretaria de Segurança Pública, as demandas que chegam à Ouvidoria são despachadas para as áreas responsáveis para dar as respostas por meio de memorando, o que acaba causando demora no atendimento à quem faz a reclamação ou denúncia. No Ipasgo como o sistema é 100% integrado, as respostas são dadas, com muita agilidade, em média, em dez dias, conforme procedimento do Sistema de Gestão de Qualidade do Instituto.

Ao fim da exposição, o ouvidor da SSP disse acreditar que é possível implementar o sistema na secretaria, já que a integração otimiza o serviço, acaba com a papelada, melhora o fluxo dos processos e o mais importante: consegue dar agilidade às respostas, além de gerar economia na tramitação.

Mas, além das adaptações para a realidade da secretaria, o desenvolvimento do sistema poderia demorar por causa da grande demanda do setor de TI do órgão. Para sanar esse problema, o gerente do Ipasgo e o ouvidor da SSP concordaram em procurar a Controladoria Geral do Estado, a Segplan e outros órgãos do governo estadual para propor uma atuação conjunta para o desenvolvimento de um sistema que possa ser compartilhado, o que reduziria os custos e o tempo de implementação em toda a administração estadual.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212