Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 STF arquiva acusação contra Aécio na Lava Jato - Jornal Brasil em Folhas
STF arquiva acusação contra Aécio na Lava Jato


O ministro Teori Zavascki, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou o arquivamento de uma investigação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) no âmbito da Operação Lava Jato.

Teori acatou pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República), que não viu consistência nas afirmações feitas pelo entregador de dinheiro do doleiro Alberto Youssef, Carlos Alexandre de Souza Rocha, conhecido como Ceará.

À Folha, Aécio afirmou que "a decisão desmascara mais uma torpe tentativa de envolver nomes da oposição no mar de lama que envolve o PT e o governo".

Em dezembro, a Folha revelou que Ceará havia dito, em sua delação premiada homologada pelo STF, que havia levado R$ 300 mil em 2013 para a sede da UTC Engenharia, no Rio.

O valor foi recebido pelo diretor da empresa Antonio Carlos D´Agosto Miranda, segundo o delator, e Ceará afirmou que o executivo lhe que seria encaminhado a Aécio.

A PGR ouviu novamente Youssef e o então presidente da UTC, Ricardo Pessoa, sobre o caso. Ambos negaram haver qualquer quantia para o tucano.

Ambos confirmaram que Miranda recebia propina canalizada por Youssef na UTC. O diretor não foi ouvido pela PGR, que considerou a falta de indícios suficiente.

A decisão de Teori foi publicada na quarta (17). Assim como Aécio, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) também teve a citação contra si feita por Ceará arquivada.

"Para mim, essa decisão, por mais importante que seja, não é suficiente. É preciso que se investigue o que está por trás dessas falsas e criminosas citações a nomes da oposição sem indícios mínimos que as comprovem. A Lava Jato tem cumprido um papel fundamental, e sempre terá todo o apoio do PSDB", disse o tucano.

OUTROS TUCANOS

Outra citação a Aécio na Lava Jato, feita por Youssef, foi destinada ao arquivamento em março de 2015 pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), aliado de Aécio, também teve referência contra si arquivada. Ainda é apurada a acusação de cobrança de propina atribuída ao ex-presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE), já morto.

A citação de Ceará de que o senador seria "o mais chato" na suposta cobrança de propina foi usada extensivamente pela blogosfera petista e governista contra o tucano.

O comitê da campanha presidencial de Aécio em 2014 recebeu R$ 4,5 milhões da UTC em doações declaradas. A campanha de Dilma Rousseff (PT), R$ 7,5 milhões.

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212