Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ex-CEO da MtGox será julgado por Bitcoins desaparecidos no Japão - Jornal Brasil em Folhas
Ex-CEO da MtGox será julgado por Bitcoins desaparecidos no Japão


O ex-CEO da casa de câmbio de Bitcoin MtGox será julgado nesta terça-feira (11) em Tóquio pelo desaparecimento do equivalente a milhões de dólares da moeda virtual de seus cofres digitais.

O francês Mark Karpeles - outrora líder da maior plataforma de câmbio de Bitcoin do mundo, que viveria numa cobertura cujo aluguel custa 11 mil dólares - enfrenta acusações de fraude e manipulação de dados.

Aos 32 anos, ele foi preso em agosto de 2015 e libertado sob fiança quase um ano depois, acusado de fraudar dados e embolsar milhões em Bitcoins.

A MtGox, que dizia controlar 80% do tráfego global de Bitcoins, fechou em 2014 após admitir que 850 mil moedas, equivalente a cerca de 480 milhões de dólares à época, tinham desaparecido de seus cofres virtuais.

Num primeiro momento, a empresa alegou que uma falha no software permitiu que hackers roubassem as moedas virtuais.

Karpeles, mais tarde, anunciou ter encontrado cerca de 200 moedas numa carteira fria - um dispositivo de armazenamento, como um cartão de memória, que não é conectado a outros computadores.

Baseada em Tóquio, a MtGox declarou falência pouco após o desaparecimento do dinheiro, gerando a revolta de investidores que pediam respostas e minando a reputação da moeda digital.

Karpeles, que diz estar trabalhando como consultor de TI, publica bastante nas redes sociais e já comentou questões acerca de Bitcoins, mas não fala sobre o seu caso.

Com o escândalo da MtGox, o Japão aprovou uma lei estipulando que todas as trocas em moedas virtuais devem ser reguladas pela Agência de Serviços Financeiros.

As moedas digitais são geradas a partir de complexas cadeias de interações entre uma grande rede mundial de computadores e não são aceitas por nenhum governo ou banco central.

Apesar do fim da MtGox e das preocupações acerca da segurança, o Bitcoin e suas centenas de moedas digitais concorrentes têm se tornado cada vez mais populares e aceitas por vendedores no mundo todo.

O valor do Bitcoin sofreu grande volatilidade em sua curta vida, saltando de alguns centavos de dólar para os cerca de 2.500 dólares atuais.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212