Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ex-CEO da MtGox será julgado por Bitcoins desaparecidos no Japão - Jornal Brasil em Folhas
Ex-CEO da MtGox será julgado por Bitcoins desaparecidos no Japão


O ex-CEO da casa de câmbio de Bitcoin MtGox será julgado nesta terça-feira (11) em Tóquio pelo desaparecimento do equivalente a milhões de dólares da moeda virtual de seus cofres digitais.

O francês Mark Karpeles - outrora líder da maior plataforma de câmbio de Bitcoin do mundo, que viveria numa cobertura cujo aluguel custa 11 mil dólares - enfrenta acusações de fraude e manipulação de dados.

Aos 32 anos, ele foi preso em agosto de 2015 e libertado sob fiança quase um ano depois, acusado de fraudar dados e embolsar milhões em Bitcoins.

A MtGox, que dizia controlar 80% do tráfego global de Bitcoins, fechou em 2014 após admitir que 850 mil moedas, equivalente a cerca de 480 milhões de dólares à época, tinham desaparecido de seus cofres virtuais.

Num primeiro momento, a empresa alegou que uma falha no software permitiu que hackers roubassem as moedas virtuais.

Karpeles, mais tarde, anunciou ter encontrado cerca de 200 moedas numa carteira fria - um dispositivo de armazenamento, como um cartão de memória, que não é conectado a outros computadores.

Baseada em Tóquio, a MtGox declarou falência pouco após o desaparecimento do dinheiro, gerando a revolta de investidores que pediam respostas e minando a reputação da moeda digital.

Karpeles, que diz estar trabalhando como consultor de TI, publica bastante nas redes sociais e já comentou questões acerca de Bitcoins, mas não fala sobre o seu caso.

Com o escândalo da MtGox, o Japão aprovou uma lei estipulando que todas as trocas em moedas virtuais devem ser reguladas pela Agência de Serviços Financeiros.

As moedas digitais são geradas a partir de complexas cadeias de interações entre uma grande rede mundial de computadores e não são aceitas por nenhum governo ou banco central.

Apesar do fim da MtGox e das preocupações acerca da segurança, o Bitcoin e suas centenas de moedas digitais concorrentes têm se tornado cada vez mais populares e aceitas por vendedores no mundo todo.

O valor do Bitcoin sofreu grande volatilidade em sua curta vida, saltando de alguns centavos de dólar para os cerca de 2.500 dólares atuais.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212