Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Hospital britânico reavaliará caso de bebê doente após intervenções de Trump e papa - Jornal Brasil em Folhas
Hospital britânico reavaliará caso de bebê doente após intervenções de Trump e papa


O hospital infantil britânico Great Ormond Street anunciou nesta sexta-feira que reavaliará novas possibilidades para tratar um bebê gravemente doente, após as intervenções do papa Francisco e do presidente americano, Donald Trump.

O hospital londrino tinha previsto deixar de manter o bebê Charlie Gard vivo, após uma decisão da Justiça que os pais se opuseram.

Dois hospitais internacionais e seus pesquisadores nos indicaram nas últimas 24 horas que havia novos elementos para o tratamento experimental que propuseram, explicou o hospital em um comunicado.

Consideramos, assim como os pais de Charlie, que é justo explorar esses elementos, acrescentou.

O hospital disse que solicitou a um tribunal britânico uma audiência sobre o caso de Charlie Gard à luz do anúncio de novos elementos relacionados a um possível tratamento de sua doença.

Não é uma questão de dinheiro ou de recursos, trata-se unicamente do que é justo para Charlie, acrescentou a instituição.

O hospital afirmou que os seus médicos testaram todos os tratamentos médicos e que outro tratamento seria injustificável [...] e prolongaria o sofrimento de Charlie.

Nosso ponto de vista não mudou, acrescentou.

Acreditamos que seja justo contar com a opinião da Alta Corte sobre os supostos novos elementos.

Espera-se que a audiência aconteça na segunda-feira, de acordo com a agenda da Alta Corte.

Em abril, um tribunal britânico estimou que os médicos deveriam interromper o tratamento que mantinha Charlie Gard vivo, que sofre de uma rara doença genética e cujo cérebro está muito prejudicado.

O Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TDH) ratificou a decisão.

Os pais do bebê de 10 meses lutam para que o seu filho possa receber tratamento nos Estados Unidos.

O tribunal decidiu que manter o bebê vivo somente prolongaria o seu sofrimento. A doença mitocondrial que o atinge deteriora os tecidos musculares.

O papa Francisco deu o seu apoio aos pais do bebê em suas tentativas de transferir o menino, enquanto o presidente Trump ofereceu ajuda.

 

Últimas Notícias

Veja como é a vida do rei Marcio em seu castelo de areia no Rio
Três anúncios para um crime é favorito no SAG, termômetro do Oscar
Shakira é acusada de sonegação fiscal
Exploradores descobrem a maior caverna inundada do mundo no Caribe mexicano
Veja a trajetória de Lula em dez datas
Turquia lança operação contra milícia curda na Síria, bombardeios matam dez
Tribunal iraquiano condena alemã à morte por pertencer ao EI
SPD alemão aprova princípio de coalizão com Merkel

MAIS NOTICIAS

 

Tantas pontuações já não significam nada, afirma premiado chef francês
 
 
Leonardo DiCaprio protagonizará filme de Tarantino sobre Charles Manson
 
 
DiCaprio vai estrelar filme de Tarantino sobre assassinatos de Charles Manson
 
 
Palestinos buscam dar uma resposta a Trump sobre Jerusalém
 
 
Países e organizações indignados com Trump por declarações racistas
 
 
Oliver Stone assina petição para que Lula possa disputar eleição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212