Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rendimento do trabalhador fica estável em novembro de 2015, diz IBGE - Jornal Brasil em Folhas
Rendimento do trabalhador fica estável em novembro de 2015, diz IBGE


O rendimento médio real habitual do trabalhador brasileiro ficou em R$ 1.899 no trimestre encerrado em novembro de 2015. O valor é considerado estatisticamente estável, se comparado aos rendimentos de agosto de 2015 (R$ 1.913, já corrigido pela inflação) e de novembro de 2014 (R$ 1.923, também corrigido pela inflação).

O dado é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O rendimento manteve-se estável para os trabalhadores com carteira assinada (R$ 1.817) tanto em relação a agosto de 2015 quanto na comparação com novembro de 2014. Entre os trabalhadores sem carteira assinada, o rendimento médio de R$ 1.132 é 6% maior do que o observado em agosto e estável em relação a novembro de 2014.

Com renda média de R$ 750, os trabalhadores domésticos tiveram manutenção do poder de compra em relação a agosto de 2015, mas tiveram perda de 2,4% na comparação com novembro do ano anterior.

Todos os dez grupamentos de atividades analisados pela pesquisa tiveram estabilidade no rendimento, na comparação com agosto de 2015. Em relação a novembro de 2014, houve queda nos segmentos do comércio e de reparação de veículos (-4,1%) além dos já citados serviços domésticos (-2,4%). O restante manteve-se estável.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212