Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Juiz diminui alcance de lei que restringe viajantes de países muçulmanos aos EUA - Jornal Brasil em Folhas
Juiz diminui alcance de lei que restringe viajantes de países muçulmanos aos EUA


O juiz americano Derrick Watson, do estado do Havaí, proferiu ontem (13) uma decisão que impõe limites ao alcance à lei de restrição a viajantes procedentes de seis países de maioria muçulmana com destino aos Estados Unidos. Com a sentença, o decreto não pode mais impedir a entrada nos EUA de avós e parentes de cidadãos norte-americanos vindos do Iêmen, Irã, Líbia, Síria, Somália e Sudão.

O decreto presidencial que restringe as viagens e que entrou em vigor em junho causou polêmica no país e uma disputa judicial para que pudesse ter validade. A primeira versão da lei, que incluía também o Iraque, foi barrada na Justiça e o governo Trump foi derrotado na corte de apelações.

A segunda versão manteve Iêmen, Irã, Líbia, Síria, Somália e Sudão, mas foi impedida de entrar em vigor em março. Mas, no mês passado, a Suprema Corte decidiu favoravelmente à execução da lei, por um prazo de 90 dias.

Na decisão do Supremo, a restrição não poderia ser aplicada a pessoas com relacionamento verdadeiro com um cidadão americano. Mas, na interpretação da Casa Branca, isso permitiria a entrada apenas de pais, filhos, cônjuges, irmãos e noivos no país. Avós e demais familiares [como primos, sobrinhos e tios] haviam permanecido na lista de banidos.

Na decisão de ontem, o juiz Watson questionou a definição de familiares próximos e defendeu que o senso comum inclui também os avós na lista de familiares próximos.

O governo ainda não informou se irá ou não recorrer da decisão. A restrição da entrada de pessoas de países de maioria muçulmana é parte da estratégia de Donald Trump para proteger o país de ataques terroristas de grupos radicais.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212