Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Catar ameaça retirar-se do Conselho de Cooperação do Golfo - Jornal Brasil em Folhas
Catar ameaça retirar-se do Conselho de Cooperação do Golfo


O Catar ameaçou ontem (10) retirar-se do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG), caso o cerco imposto ao país pela Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e Egito não seja reconsiderado. O CCG é uma organização de integração econômica que reúne seis estados do Golfo Pérsico: Omã, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Catar, Bahrein e Kuwait. A informação é da agência chinesa Xinhua.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Catar, Mohammed bin Abdulrahman al Thani, enviou uma carta ao secretário-geral do GCC, Abdul Latif Bin Rashid Al Zayani, definindo as exigências para o seu país não se retirar do bloco econômico.

Al Thani disse que o Catar está comprometido com as leis e convenções internacionais, especialmente no que se refere à luta contra o terrorismo e o seu financiamento, acrescentando que o país não negociará a sua soberania.

Prazo

Ele disse que o Catar daria uma notificação de três dias aos países do Golfo para levantar o cerco imposto ao país e compensá-lo pelas perdas políticas e econômicas. Após o prazo, o Catar anunciará oficialmente a sua retirada do GCC, de acordo com a carta.

A Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, o Bahrein e o Egito emitiram uma lista de 13 exigências para o Catar no final do mês passado, incluindo o encerramento da emissora de TV Al-Jazeera, o financiamento e o apoio ao terrorismo, e o corte dos seus laços com o Irã, como principais condições prévias.

Além disso, os quatro países se comprometeram a adotar novos passos políticos, econômicos e legais para agravar as sanções contra o governo de Doha, depois que este se recusou a aceitar as exigências.

Em resposta, o Catar disse que as acusações do bloco de que apoia o terrorismo são sem fundamento e interferem em seus assuntos internos.

Novo encontro

O governo dos quatro países que acusam o Catar agendaram outra reunião de seus ministros das Relações Exteriores, a ser realizada no Bahrein, em breve, para discutir os próximos passos. Reunião semelhante já havia sido realizada no Cairo, Egito, em 5 de julho.

Tem havido especulações de que a Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos e o Bahrein tencionam expulsar o Catar do grupo de países que compõem o Conselho de Cooperação do Golfo ou até comprometer a sua adesão à Liga Árabe.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212