Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Venezuela: procuradora diz que Supremo barra investigação da Odebrecht - Jornal Brasil em Folhas
Venezuela: procuradora diz que Supremo barra investigação da Odebrecht


A procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega, acusou, nesta quinta-feira (13) o Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) de barrar a investigação de funcionários que teriam recebido suborno da empreiteira Odebrecht.

Intimamos pessoas sobre o caso da Odebrecht, e o TSJ ditou uma sentença para impedir que o Ministério Público exerça a acusação contra envolvidos no caso, afirmou Ortega em telefonema à Assembleia Geral Extraordinária da Associação Ibero-americana de Ministérios Públicos (AIAMP), em Buenos Aires.

Ortega não participou do encontro, em que se discutiu a situação do Ministério Público venezuelano, porque a corte mais elevada do país lhe proibiu de deixar o país, enquanto avalia se ela será julgada por supostamente ter mentido ao afirmar que não aprovou a designação de 33 magistrados, que a funcionária considera ilegítima.

A procuradora, chavista que se tornou uma crítica do governo do presidente Nicolás Maduro, garantiu que o TSJ - acusado de favorecer o governo - bloqueia as ações do Ministério Público desde que, em 31 de março, ela se pronunciou contra sentenças que anularam funções do Legislativo, de maioria opositora.

O MP intimou, na quarta-feira, para depor no julgamento do caso Odebrecht a mulher e a sogra do deputado Haiman El Troudi, ex-ministro de várias pastas do governo de Hugo Chávez e da atual gestão.

Em fevereiro passado, o MP congelou as contas e os ativos da Odebrecht na Venezuela e solicitou o código vermelho da Interpol para um dos envolvidos, sem especificar seu nome.

O ex-presidente da empreiteira investigada, Marcelo Odebrecht, declarou que a Venezuela é o segundo país em que a empresa mais pagou propinas na América Latina (98 milhões de dólares), atrás apenas do Brasil.

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212