Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 E se você comprasse ações da Ambev em vez de beber cerveja? Suno explica - Jornal Brasil em Folhas
E se você comprasse ações da Ambev em vez de beber cerveja? Suno explica


SÃO PAULO – Em mesas de bares com pessoas com familiaridade com o mercado financeiro é comum ouvir a piada de que “estão comprado em Ambev” para falar que vão tomar cerveja. Mas e se o investidor trocasse o valor alocado em cervejas por ações da empresa detentora das marcas? Segundo a Suno Research, os números são “bastante robustos”.

A Suno fez esse cálculo partindo do pressuposto de que o consumo médio de cerveja no Brasil seja de 62 litros por ano, cerca de 8 garrafas por mês. “Simulamos quais seriam os números financeiros de uma pessoa que, ao invés de consumir tais produtos nas proporções citadas, tivesse escolhido aplicar os valores gastos em ações no período de 1995 até os dias de hoje”, explicam os analistas.

Para reproduzir a variação dos preços desses produtos ao longo do tempo, foi tomada como base seu preço médio aproximado no início do período considerado e o ajuste foi feito linearmente de acordo com a evolução dos seus valores no mesmo espaço de tempo, ou seja, de 1995 até os dias atuais.

Partindo-se da hipótese de que o preço de uma garrafa de cerveja em 1995 fosse R$ 1, aproximadamente, uma pessoa que tivesse consumido 8 garrafas por mês, daquela época até os dias de hoje, teria gasto R$ 8.468,74 nesse produto, valores esses já reajustados pelo critério explicado anteriormente.

“É importante notar que esse montante é um valor que foi devidamente deduzido do orçamento de uma pessoa ao longo do tempo, ou seja, um dinheiro que foi debitado e perdeu a possibilidade de ser investido e multiplicado”, ressalta a Suno Research.

O ponto chave do cálculo é visualizar em que teria se transformado essa quantia caso o montante fosse aplicado, esporadicamente, em ações da Ambev no mesmo período, com reinvestimento dos dividendos.

“Ao analisarmos o retorno dos investimentos, o investidor teria hoje um pouco mais de R$ 104 mil acumulados. Com toda certeza, qualquer um pode concordar que esses são números bastante satisfatórios para qualquer perfil de investidor”, afirma a Suno.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212