Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Jan de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 “Descontos e promoções são direito do empreendedor”, afirma associação sobre cobrança em baladas - Jornal Brasil em Folhas
“Descontos e promoções são direito do empreendedor”, afirma associação sobre cobrança em baladas


SÃO PAULO – O Ministério da Justiça determinou, no início de julho, que a diferenciação de preços entre homens e mulheres em estabelecimentos lazer e entretenimento é ilegal. Para a Abrape (Associação Brasileira dos Promotores de Eventos) a discussão do benefício não pode ser de gênero.

“Descontos e promoções são um direito do empreendedor. Nesse caso, o beneficiário tem o direito de escolher se aceita, se adere ou não a proposta. Nenhuma das partes precisa de tutela do Estado para determinar o que oferecer e o que aceitar. Nesse cenário, não tem ninguém incapaz”, informou a entidade em nota oficial, refutando a alegação da Justiça de que a cobrança mais barata de entrada de mulheres em balada é ilegal.

Os estabelecimentos têm até o início de agosto para ajustar a cobrança, sob pena de sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor, incluindo multas. Os filiados à Abrape afirmam ser “contra qualquer atitude de discriminação em qualquer lugar e de toda natureza”.

Do outro lado, o secretário nacional do consumidor, Arthur Rollo, afirma que serão realizadas fiscalizações até que essas práticas abusivas sejam banidas do mercado de consumo.

“Lamentavelmente, a discriminação, que deveria ser evitada, permeia a nossa atividade por interferência do poder público no nosso negócio”, alega a associação, avaliando que o governo “deve evitar interferências ou regulação de práticas comerciais legítimas como descontos ou promoções”.

A entidade critica ainda os descontos impostos para estudantes, idosos, jovens de baixa renda, doadores de sangue, professores, entre outros. “Se o Estado entende que parte da sociedade deve ter privilégios, que ele assuma os custos dessa iniciativa. Não pode o estado imputar ao privado esse ônus”, afirma a Abrape.

 

Últimas Notícias

Veja como é a vida do rei Marcio em seu castelo de areia no Rio
Três anúncios para um crime é favorito no SAG, termômetro do Oscar
Shakira é acusada de sonegação fiscal
Exploradores descobrem a maior caverna inundada do mundo no Caribe mexicano
Veja a trajetória de Lula em dez datas
Turquia lança operação contra milícia curda na Síria, bombardeios matam dez
Tribunal iraquiano condena alemã à morte por pertencer ao EI
SPD alemão aprova princípio de coalizão com Merkel

MAIS NOTICIAS

 

Tantas pontuações já não significam nada, afirma premiado chef francês
 
 
Leonardo DiCaprio protagonizará filme de Tarantino sobre Charles Manson
 
 
DiCaprio vai estrelar filme de Tarantino sobre assassinatos de Charles Manson
 
 
Palestinos buscam dar uma resposta a Trump sobre Jerusalém
 
 
Países e organizações indignados com Trump por declarações racistas
 
 
Oliver Stone assina petição para que Lula possa disputar eleição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 4018-8212