Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Candidato à presidência do Peru retira candidatura e denuncia irregularidades - Jornal Brasil em Folhas
Candidato à presidência do Peru retira candidatura e denuncia irregularidades


O congressista peruano Renzo Reggiardo vai retirar sua candidatura à presidência do Peru por considerar que o processo para as eleições de 10 de abril está “contaminado, sujo e cheio de irregularidades”.

Líder do partido Peru Pátria Segura, Reggiardo anunciou a desistência em uma coletiva de imprensa, na quinta-feira (18). “Nós não vamos disputar um jogo contaminado, um jogo sujo, um jogo cheio de irregularidades”, assinalou.

Renzo Reggiardo, que aparece com 1,1% das intenções de voto nas sondagens, questionou a substituição de um membro do Jurado Nacional de Eleições (JNE) em pleno processo eleitoral e também lamentou “uma série de denúncias feitas em relação a possíveis atos de corrupção”.

“Exigimos que o órgão eleitoral seja imparcial e, lamentavelmente, o que se viu até ao momento gerou dúvidas, suspeitas, e o que vier a seguir não vai nos dar confiança”, disse.

A situação do processo eleitoral também foi questionada ontem pelo ex-presidente Alejandro Toledo (2001-2006), candidato do partido Perú Posible.

Cuidado. Quero advertir que esta disputa eleitoral já está muito manchada e muito polarizada e cheia de vícios. Tenho um grande respeito pelo JNE, mas tomem decisões e não politizem a questão, disse Toledo, em declarações publicadas pelo portal do diário El Comercio.

Toledo criticou a eventual mudança de um magistrado do JNE e pediu aos membros do organismo para não serem parciais nem fazerem política com isso, caso contrário “vai haver muitos candidatos que não vão querer disputar este jogo”.

As mais recentes sondagens dão a vitória a Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori (1990-2000), com 35% das intenções de voto, seguido de Julio Guzmán (17%), o ex-ministro Pedro Pablo Kuczynski (11%) e César Acuña (8%).

O sistema político do Peru, onde o voto é obrigatório, tem por base um regime presidencialista com um mandato de cinco anos renovável, mas não de modo consecutivo, e um parlamento de câmara única.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212