Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Concluída no Malawi realocação histórica de 520 elefantes - Jornal Brasil em Folhas
Concluída no Malawi realocação histórica de 520 elefantes


Um total de 520 elefantes foi realocada para uma reserva no Malawi, em uma das maiores operações deste tipo já realizadas, anunciou nesta quinta-feira a organização responsável pelo projeto.

Os paquidermes foram levados de dois parques superpovoados do sul do Malawi até a reserva de Nkhotakota (centro), a cerca de 350 km de distância.

No Malawi, os elefantes foram quase dizimados pela caça ilegal.

Para esta delicada operação, um veterinário lançou dardos tranquilizantes a partir de um helicóptero para sedar os animais. Um guindaste os levantou então pelas patas, e eles foram transportados durante a noite em caminhões de 30 toneladas.

A ONG African Parks, que administra 90% dos parques do Malawi, qualificou esta operação de dois anos de duração de histórica.

Durante o deslocamento, dois dos elefantes morreram.

Tomamos medidas extraordinárias para garantir um futuro para os elefantes do Malawi, declarou Brighton Kumchedwa, do departamento de Parques Nacionais, que pertence ao Ministério de Recursos Naturais.

É um momento importante para a conservação no Malawi, assim como para uma das espécies mais ameaçadas do planeta, afirmou.

Devido à caça furtiva, a população de elefantes em Nkhotakota caiu de 1.500 na década de 1970 para apenas uma centena em 2015.

Antes de trasladar os paquidermes a esta reserva, foram tomadas medidas para protegê-los, como a construção de uma cerca elétrica de grande altura.

A realocação realizada é um momento-chave para o Malawi, considerou Peter Fearnhead, chefe-executivo da African Parks.

Instalar mais de 500 elefantes e saber que eles vão evoluir em Nkhotakota é uma fonte de esperança, acrescentou.

A cada ano, 40.000 elefantes são caçados de forma ilegal para a exploração do marfim de suas presas.

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212