Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Congresso chileno aprova lei que descriminaliza aborto terapêutico - Jornal Brasil em Folhas
Congresso chileno aprova lei que descriminaliza aborto terapêutico


O Congresso chileno aprovou nesta quarta-feira a lei que descriminaliza o aborto terapêutico, uma iniciativa da presidente Michelle Bachelet que deverá esperar o pronunciamento do Tribunal Constitucional para ser promulgada.

O Senado apoiou - com 22 votos a favor e 13 contra - o relatório de uma comissão mista que dirimiu divergências entre ambas as Casas do Congresso.

A medida permitirá às mulheres recorrerem ao aborto caso estejam com a vida em risco, se tiverem sido estupradas ou se o desenvolvimento do feto for inviável.

Estamos de acordo, daremos alternativas e assistência de saúde segura a todas as mulheres, independentemente da decisão que tomem, disse Claudia Pascual, ministra da Mulher e da Equidade de Gênero.

A Câmara dos Deputados havia aprovado a lei horas antes. A decisão acontece com a pressão de parlamentares governistas, ministros e movimentos favoráveis a esta iniciativa.

O aborto terapêutico é proibido no Chile em todas as suas formas há mais de 20 anos.

A promulgação da lei deverá esperar um decisão do Tribunal Constitucional (TC), formado por 10 membros, depois que legisladores conservadores apresentaram na quarta-feira um requerimento contra a medida, argumentando que ela viola o direito à vida consagrado na Constituição.

Me dói que legisladores recorram ao TC e que sejam 10 pessoas que decidam o que temos discutido aqui por mais de dois anos, disse a senadora socialista Isabel Allende.

Desde 1931 e por mais de 50 anos, o aborto foi permitido no Chile em casos de risco para a mãe ou inviabilidade do feto.

Mas o ditador Augusto Pinochet, pouco antes de terminar seu regime (1973-1990), criminalizou o procedimento apoiado pela Igreja e por grupos conservadores, que nos últimos anos perderam influência.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212