Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Mostra de cinema em SP quer discutir ambiente escolar e movimento de ocupação - Jornal Brasil em Folhas
Mostra de cinema em SP quer discutir ambiente escolar e movimento de ocupação


Uma mostra de cinema em São Paulo pretende discutir o ambiente escolar como local de transformação social e individual e de construção de formas de contestação. Chamada de Escola: Cidade Aberta, a mostra apresenta 17 filmes de diversos países, que trazem a escola como tema. A ideia é aprofundar a discussão sobre o processo de ocupação das escolas, movimento que começou na cidade de Diadema, na Grande São Paulo, em 2015, e que foi se espalhando pelo país.

Iniciadas na Escola Estadual Diadema, na região do ABC, na noite do dia 9 de novembro, as ocupações tinham o objetivo de combater a proposta de reorganização escolar do governo estadual. A ação começou a se espalhar e alcançou cerca de 200 escolas no estado, levantando a discussão sobre a qualidade do ensino nas instituições públicas. Um ano depois, o movimento se espalhou pelo país, desta vez contra o governo federal: os estudantes passaram a protestar contra a medida provisória que previa mudanças no ensino médio.

“A escola representada pelos filmes escolhidos é um lugar propício para o confronto de ações, instituição em que as relações de dominação e resistência são impulsionadas por diferentes instâncias de poder e luta”, disse Leonardo Amaral, curador da mostra.

Entre os destaques estão clássicos do cinema mundial como Os Incompreendidos (1959), de François Truffaut; Onde Fica a Casa do Meu Amigo (1987), de Abbas Kiarostami; e Bom Dia (1959), de Yasujiro Ozu. Há também filmes premiados com a Palma de Ouro em Cannes como Entre os Muros da Escola, de Laurent Cantet, e Elefante, de Gus Van Sant.

Além dos filmes, a mostra prevê atividades especiais, como uma palestra para discutir a opressão e as formas de resistência no ambiente escolar, e uma mesa-redonda, que busca refletir sobre o movimento de ocupação nas escolas estaduais de São Paulo.

O festival, que começou nessa quinta-feira (3), vai até o dia 16 de agosto na Caixa Belas Artes, na região da Avenida Paulista. A programação dos filmes está disponível no site http://www.caixabelasartes.com.br/programacao/programacao-escola-cidade-aberta.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro participa no Chile de Cúpula Presidencial Sul-Americana
Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212