Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Número de visitantes no Mercado Modelo de Salvador dobra este ano - Jornal Brasil em Folhas
Número de visitantes no Mercado Modelo de Salvador dobra este ano


O tradicional ponto turístico de Salvador - Mercado Modelo - registrou o dobro de visitantes, este ano, em relação ao ano passado. Segundo a prefeitura da capital baiana, atualmente o espaço recebe cerca de 300 visitantes por dia, com uma média de 8 mil turistas por mês.

Desde o início de 2016, a gestão do Mercado Modelo está sob a responsabilidade do executivo municipal, por meio da Secretaria de Ordem Pública, que fez intervenções na estrutura, sobretudo na correção de problemas de eletricidade e infiltrações.

Localizado no bairro do Comércio, região antiga de Salvador, o Mercado Modelo faz parte de uma das regiões tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e é um dos pontos onde, atualmente, turistas e moradores compram artesanatos, incluindo lembranças de viagem à Bahia, disponíveis nos 263 boxes de comerciantes. Além disso, o espaço oferece opções de lazer, cultura e culinária.

Apesar da importância cultural e histórica do Mercado Modelo – antiga Casa de Alfândega - o local guarda histórias da fundação de Salvador, assim como o surgimento do bairro do Comércio e, consequentemente, o tráfico de pessoas escravizadas trazidas para o Brasil.

Devido ao grande número de pessoas submetidas a essas condições, a capital da Bahia é considerada a cidade mais negra depois do continente africano. O subsolo do Mercado Modelo chama atenção devido à arquitetura, além de ser um ambiente com alto teor de umidade, cujos túneis eram utilizados para o armazenamento de vinhos e mercadorias específicas. No saber popular, o subsolo do mercado que fica abaixo do nível do mar e frequentemente alagado é lembrado como espaço onde eram depositadas as pessoas escravizadas, em condições sub-humanas. Com isso, desperta a curiosidade dos visitantes e atrai turistas de todo o mundo.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212