Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Primeira hora de votação no Amazonas registra falhas em 17 urnas eletrônicas - Jornal Brasil em Folhas
Primeira hora de votação no Amazonas registra falhas em 17 urnas eletrônicas


O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) informou que 17 urnas eletrônicas apresentaram falhas técnicas na primeira hora de votação neste domingo (6), mas o problema já foi resolvido e a votação segue normalmente e com tranquilidade em todo o estado. Os eleitores amazonenses voltam às urnas para escolher novo governador. São 6.688 urnas em todo o estado.

“Está muito tranquilo até agora. “É importante ressaltar que os softwares desta eleição são os mesmos da eleição municipal do ano passado. Portanto, são softwares estáveis e não devemos ter nenhuma outra intercorrência ao longo da votação até as 17h”, afirmou o secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal, Rodrigo Camelo.

Das 17 urnas que apresentaram problemas técnicos, seis estão em seções eleitorais de Manaus, duas em Aripuanã e duas em Tefé. As outras falhas ocorreram em Itacoatiara, Parintins, Manacapuru, Canutama, Urucará, Anamã e Boa Vista do Ramos.

Em apenas um município, Atalaia do Norte, houve atraso de cerca de uma hora no início da votação em uma zona eleitoral. “Foi uma situação, digamos, atípica. Teve uma urna que ia sair ontem, no fim do dia, mas, por motivos técnicos, só saiu hoje para a comunidade do Remansinho, no Vale do Javari, onde há pouquíssimos eleitores”, explicou Camelo.

O presidente do TRE, Yêdo Simões, também comentou sobre a cobrança da passagem de ônibus hoje. Era uma tradição a gratuidade em dia de pleito em Manaus. Ele disse que com o recadastramento biométrico na cidade, a maioria dos eleitores está votando perto de casa. “Em nenhum município brasileiro se dá gratuidade ao transporte público no dia da eleição. Manaus ainda praticava isso porque era uma tradição. Hoje, a eleição é diferente. Temos todo o município biometrizado. As pessoas foram localizadas próximas de suas residências. Acredito que isso não vá causar impacto na questão da abstenção”, explicou Simões.

No entanto, por outros motivos, como a instabilidade política e jurídica no estado, o TRE estima que haja abstenção de até 35%. A votação será encerrada às 17h. Caso haja segundo turno, o pleito será realizado no dia 27 de agosto.

Os eleitores amazonenses voltam às urnas neste domingo para escolher novo governador depois que o Tribunal Superior Eleitoral cassou os mandatos do ex-governador José Melo (Pros) e do vice Henrique Oliveira (SD), por compra de votos nas eleições de 2014. O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, David Almeida (PSD), assumiu o governo interinamente.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212