Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Proteste avaliou 6 marcas de cafeteiras expressas; veja quem se saiu melhor - Jornal Brasil em Folhas
Proteste avaliou 6 marcas de cafeteiras expressas; veja quem se saiu melhor


SÃO PAULO – As cafeteiras expressas vêm se popularizando no Brasil nos últimos anos e, entre dezembro de 2015 e o mesmo mês de 2016, foram vendidas cerca de 2,5 milhões dessas máquinas no país. A Proteste testou as seis marcas mais vendidas do mercado, cinco com cápsulas e uma com pó.

Os modelos testados foram Nespresso C60, Nespresso Prodigio, Arno Movenza, Delta Q Evolution, Três Corações Versa e Oster BVSTECMP55. Os critérios usados no teste foram segurança elétrica, segurança térmica, manual de instruções, versatilidade, dimensões, consumo, facilidade de uso e desempenho.

Apesar de todos serem versáteis, a marca Oster é a única que tem o tubo para a função de vapor, além da função de fazer dois cafés ao mesmo tempo. Dos manuais, o mais completo foi o da Nespresso C60.

Os resultados, segundo a associação, mostram produtos fáceis de usar, que gastam pouca energia e preparam bons cafés, ainda que alguns saiam com pouca espuma e não tão quentes. Outro aspecto positivo é a segurança: nenhum produto apresentou risco de choque elétrico ou queimaduras.

Outra boa notícia é que todos os modelos testados são fáceis de limpar. A Delta Q Evolution se saiu um pouco a baixo nessa avaliação por não ter especificado como fazer essa operação. Além disso, as máquinas não usam muita energia. O teste apontou um gasto de R$ 0,50 a R$ 1,80 por mês em eletricidade, dependendo do uso.

Na avaliação de velocidade, foram tirados dois expressos e medido o tempo de preparo, contando com o aquecimento da água. Os tempos médios contados para o preparo do primeiro e do segundo café foram um minuto e trinta segundos, respectivamente, dentro do sugerido pela Abic (Associação Brasileira da Indústria do Café).

Quanto à temperatura, apenas a Nespresso C60 foi bem avaliada. A máquina preparou os dois cafés dentro da temperatura adequada (entre 64°C e 70°C). Uma forma de verificar se o café foi bem tirado da máquina é o creme espesso e duradouro que se forma sobre ele. Nesse teste, a Nespresso C60 também foi a melhor avaliada.

Os fabricantes foram contatados pelo InfoMoney, mas não se posicionaram sobre a pesquisa até o momento.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212