Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Feb de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 China não encontra estrangeiros para dirigir maior radiotelescópio do mundo - Jornal Brasil em Folhas
China não encontra estrangeiros para dirigir maior radiotelescópio do mundo


Xangai (China), 4 ago (EFE).- Apesar do salário superar os US$ 1,2 milhão por ano, a China tem problemas para encontrar um astrônomo estrangeiro para dirigir o maior rádiotelescópio do mundo, de acordo com informações publicadas nesta sexta-feira pelo jornal independente South China Morning Post.

A Academia Chinesa de Ciências não encontra ninguém com a experiência e a qualificação necessárias para supervisionar a operação diária do FAST, inaugurado há um ano e com o qual a China quer potencializar sua presença e seu prestígio na ciência internacional.

Situado nas montanhas de Guizhou, no sudoeste da China, o FAST pode captar sinais previamente indetectáveis e proporcionar outras pistas a uma ampla gama de perguntas como a possível existência de vida alienígena inteligente.

Para um astrônomo, dirigir o FAST poderia ser a oportunidade de toda uma vida, disse Wang Tinggui, professor de astrofísica da Universidade de Ciência e Tecnologia da China em Hefei (Anhui).

A Academia Chinesa de Ciências, que possui o radiotelescópio, buscou no exterior um chefe para o projeto porque nenhum astrônomo neste país tem a experiência de manejar uma instalação de tal magnitude e complexidade.

Um anúncio de contratação foi posto no site da academia em maio, bem como nos principais boletins de pesquisa internacionais, mas não houve resposta.

Não podemos esperar (...), fizemos todo o possível para comunicar nossa oferta, disse um funcionário participante no processo.

De acordo com a descrição do trabalho, o diretor de operações científicas seria responsável por estabelecer e organizar vários comitês acadêmicos para decidir os objetivos científicos a longo prazo do telescópio e distribuir os seus horários de observação.

Também seria responsável por reportar as principais descobertas feitas pelo telescópio ao Governo a cada ano e supervisionar as despesas e o orçamento.

O candidato deve ter pelo menos 20 anos de experiência prévia e deve ter tido um papel de liderança em um projeto de radiotelescópio a grande escala.

Segundo aponta o jornal, alguns pesquisadores ocidentais têm muita experiência executando telescópios gigantes, mas esta poderia não funcionar na China devido às barreiras do idioma e a diferença cultural.

Com um orçamento de 1,2 bilhão de iuanes (US$ 180 milhões), o FAST foi inaugurado em setembro do ano passado com uma grande expectativa e como parte dos planos da China de ser uma potência na pesquisa científica.

 

Últimas Notícias

Superintendente da Caixa, Marise Fernandes, recebe Título de Cidadã Goiana
Iris Rezende: “Marconi deixou sua marca em todas as áreas administrativas”
Bolsa Universitária: abertas novas inscrições para 10 mil bolsas
Torcidas de Goiás e Vila se mobilizam para a doação de sangue
800 vigilantes penitenciários concluem curso e vão reforçar segurança em presídios
Governo de Goiás entrega mais um colégio de alto padrão no Entorno do DF
Goiás terá 10 mil agentes de saúde formados em técnico em enfermagem
Dois chefs de cozinha representam Goiás na disputa pela maior premiação da gastronomia brasileira

MAIS NOTICIAS

 

Ministro diz que Brasil mantém portas abertas para receber refugiados
 
 
Aprovação da reforma da Previdência é prioridade número um, diz Meirelles
 
 
Conselhos aprovam intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro
 
 
Eunício determina que todas as PECs parem de tramitar no Senado
 
 
Maia anuncia criação de observatório para acompanhar ações de intervenção no RJ
 
 
Marun diz que não há como votar reforma da Previdência durante intervenção

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212